pessoa fazendo pitch de vendas

Pitch: saiba o que é e como fazer

A maioria de nós já viveu momentos onde precisou apresentar uma ideia ou um projeto a alguém em um curto período de tempo. E por mais que você não tenha se preparado para isso, o que você fez foi um pitch. Defender um pitch é uma habilidade cada vez mais exigida pelo mercado de trabalho. 

Seja para defender um projeto, vender um produto ou mesmo se apresentar durante uma reunião, o pitch está presente no dia a dia da maioria das empresas. Se você quer saber mais sobre essa atividade e de que forma defender um pitch de sucesso, acompanhe nosso artigo! 

Aproveite e conheça também os principais tipos de pitch e alguns exemplos para se inspirar.

O que é um pitch

De forma resumida, o pitch é uma apresentação breve que busca atrair a atenção de investidores e clientes para determinado projeto ou novos negócios. É uma palavra inglesa, que no Beisebol Americano significa lançamento ou arremesso. E é isso o que uma pessoa faz durante uma apresentação: o profissional lança a sua ideia ou projeto a um possível investidor.

Um pitch não deve ser longo. Muito pelo contrário. A apresentação deve durar de 3 a 5 minutos. Isso significa que a apresentação deve ser rápida e ao mesmo tempo atraente. E é exatamente por isso que alguns profissionais têm algumas dificuldades: despertar o interesse do futuro cliente ou negociador com falas essenciais e em um tempo curto.

O objetivo principal do pitch é despertar a curiosidade do possível investidor, a ponto dele próprio buscar o interlocutor novamente para poder ouvir sobre o projeto com detalhes. Ou seja, o momento do pitch é um momento que deve ser otimizado, sem deixar de lado, os detalhes mais importantes do projeto.

Um alerta durante o pitch é tomar os cuidados básicos para que a fala não gere dúvidas sobre o projeto, ou mesmo passe informações desnecessárias ao invés de pontos cruciais para a decisão do investidor.

O que deve conter em um pitch

Por ser uma apresentação rápida, ao apresentar é preciso privilegiar algumas informações, como por exemplo:

  • Explicar qual é a oportunidade;
  • Qual o mercado de atuação;
  • Os principais diferenciais;
  • O que se busca com essa oportunidade.

É claro que essas informações devem ser adaptadas conforme o negócio ou serviço apresentado. Por isso, não se prenda a esse tipo de exemplo, apenas inspire-se nele!

Leia também: Ted Talks, palestras que vão inspirar você

Principais tipos de pitch

Quando o profissional está em busca de aportes financeiros e novos contratos, geralmente faz diversos pitchs até convencer, de fato, o investidor. Por isso, é preciso estar preparado para defender tipos diferentes de pitch. E entre esses tipos os principais são:

One-sentence pitch

Já imaginou resumir o seu projeto em apenas uma frase? E o melhor: convencer um investidor com apenas uma frase? Esse é o one-sentence pitch, que recentemente começou a ser chamado de Twitter pitch.

Esse é um  tipo de pitch bem sucinto, no qual o profissional concentra apenas os elementos centrais de seu projeto. Neste caso, o pitch não pode ultrapassar de 3 linhas. E isso, sem deixar de ser convincente.

Elevator Pitch

A expressão Elevator Pitch surgiu do livro Quality is Still Free (McGraw-Hill, 1996).  No livro, o empresário e escritor Philip Crosby conta que ao encontrar em um elevador o CEO de empresa em que trabalhava, fez um pitch matador e conseguiu promover algumas mudanças que queria.

É como se naquele momento, Crosby fizesse um “discurso de elevador”, ou seja, fez uma apresentação rápida e eficaz de suas ideias enquanto estavam juntos dentro do elevador da empresa. E esse tornou-se uma espécie de cronômetro para quem pretende apresentar um pitch.

De forma clara, isso significa: como você venderia uma ideia durante uma breve momento com uma pessoa importante dentro de um elevador. E o mais interessante (e assustador): vender essa ideia em aproximadamente um minuto.

Pitch deck

O pitch deck já é um pouco maior que os anteriores, e oferece mais suporte à fala do profissional. Neste tipo de pitch, o interlocutor com o auxílio de uma apresentação de slides, que oferece recursos visuais enquanto ocorre a fala de apresentação. O desafio do pitch deck é manter o público interessado em sua fala, enquanto visualiza os slides.

E o grande benefício é que com as apresentações, o profissional pode abusar de sua criatividade e conseguir ser ainda mais convincente.

Leia também: Os melhores podcasts sobre mercado de trabalho

10  dicas para  elaborar um pitch de sucesso

Agora que você conhece os três principais modelos, confira dicas para fazer a sua apresentação ser um sucesso e convencer seus futuros parceiros e investidores!

1 – Defina seu objetivo

O primeiro passo é você ter claro por que quer criar. Algumas hipóteses que podem ser levantadas são:

  • Se tornar mais conhecido
  • Validar uma proposta de negócio
  • Buscar investimentos para a empresa

E tudo isso com uma outra questão em mente: o que é preciso para colocar esse objetivo em prática. São essas duas respostas que irão orientar a sua fala durante a apresentação do pitch. Além disso, é essa clareza de objetivos que irá permitir que seja o mais claro e entendível possível.

2 – Estude seu público

De nada adiantam as fórmulas mágicas de vendas e apresentação se você não conhece o seu público e o que desperta o interesse dele.

Por isso, pesquise o público que estará em sua apresentação: quais suas formas de negociar, as principais características, o ramo de atuação, entre outros. Com essas informações em mãos fica mais fácil preparar um pitch cada vez mais personalizado, e que responda exatamente às expectativas desse público. E, é claro, para que você tenha mais chances de convencê-lo.

3 – Seja objetivo em sua apresentação

Não se esqueça: o pitch deve ser curto. Exatamente por isso seja objetivo na apresentação de suas ideias e de seu projeto. Não perca tempo com aprofundamentos desnecessários ou enrolações e vá direto aos pontos fundamentais e que são mais impactantes.

4 – Explique suas soluções e propostas com clareza

Explique de maneira simples de que forma seu projeto trará soluções. Deixe os rodeios de lado e opte por uma fala clara e sempre direta. Uma boa dica é contar com o auxílio do storytelling para explicar com clareza e prender a atenção de seu público durante a apresentação.

5 – Ilustre a solução proposta

Uma das melhores formas de convencer alguém é fazer a pessoa visualizar a questão proposta. Por isso, use a criatividade a seu favor e faça uma apresentação com conteúdos visuais que complementam e dão suporte a sua fala.

6 – Defina seu modelo de negócios

De acordo com o livro modelo referência para empreendedores e startups, o Business Model Generation, um modelo de negócios nada mais é do que a descrição da “lógica de criação, entrega e captura de valor por parte de uma organização”.

Por isso, durante seu pitch transmita aos possíveis investidores pontos cruciais do seu modelo de negócios: 

  • Proposta de valor
  • Relacionamento com clientes
  • Fontes de receita
  • Recursos principais
  • Atividades-chave, entre outros.

7 – Prepare-se para perguntas

Finalizado seu pitch, prepare-se para seu público. Por isso, garanta que estará pronto para responder as principais questões que ajudarão os possíveis investidores a entender melhor a sua ideia e suas propostas.

Responder bem a essas perguntas mostrará o quanto você domina a sua ideia e os detalhes da sua proposta.

Exemplos de pitchs de sucesso para você se inspirar

Para você se inspirar, apresentamos aqui 2 modelos de empresas de sucesso que, em algum momento, foram utilizados para convencer grandes investidores.

Pitch Airbnb

“Reserve quartos com moradores locais em vez de hotéis”.

Com esse pitch simples e direto, os empreendedores do Airbnb conquistaram só em 2009 um investimento de US$ 600 mil. Além disso, esse modelo de pitch deck se tornou uma grande inspiração para empreendedores de todo o mundo.

Pitch Uber

Já o pitch do Uber convenceu por mostrar um problema e de que forma o Uber seria a solução. O problema era o serviço de táxi ineficiente, antigo e analógico. A solução apresentada foi a mobilidade urbana, integrada com a tecnologia e o conforto.

Mais de 10 anos depois esse pitch não só convenceu como revolucionou o sistema de transporte de cidades do mundo todo.

Agora é com você! Que tal descrever o seu próximo pitch a partir de nossas dicas?

Aproveite e pesquise também sobre outros casos de sucesso e coloque todo esse aprendizado em prática! 

  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *