Cadastre-se
Cadastre-se e receba dicas, descontos, notícias e informações sobre o mundo da educação!
profissões do futuro

Quais são as profissões do futuro?

Estudos apontam que até 2025 a evolução tecnológica vai usar robôs para substituir o trabalho humano em muitas funções. Mas não se precipite, pois a mesma revolução também definirá as profissões do futuro.

Uma pesquisa realizada pelo The Future of Jobs, considerou modelos de novos negócios, funções emergentes e quais habilidades serão necessárias desenvolver para trabalhar em conjunto com as máquinas.

Confira as tendências para o mercado, quais serão as profissões do futuro e como o trabalhador vai ter que se adequar.

As novas profissões

A tendência que já estamos vendo é que muitas funções serão automatizadas, ou seja, os computadores farão o trabalho humano mais rápido. Desta forma, o método de trabalho vai mudar e as pessoas vão precisar se adaptar. Então, as principais mudanças serão vistas nas atividades realizadas e nas competências necessárias para que isso aconteça.

Bolsa ENEM
👉 Estão abertas as inscrições para o VESTIBULAR Estácio que está chegando com 70%* de desconto em todo curso.

Embora essa situação pareça preocupante, o avanço da tecnologia e o surgimento das novas oportunidades no mercado trazem novas perspectivas para os profissionais. A pesquisa do The Future Jobs mostra que ao passo que 75 milhões de empregos podem acabar, 133 milhões de novos postos de trabalho vão surgir.

Em resumo, a tecnologia traz cenários positivos para as organizações. Isso só acontece porque as empresas estão entendendo melhor esse momento de evolução e estão absorvendo as novas profissões.

Conheça áreas promissoras

Nada mais justo que as profissões do futuro estejam diretamente ligadas a principal causadora dessa evolução, a tecnologia. Profissões diretamente ligadas ao universo online são oportunidades muito promissoras.

Além disso, uma habilidade que ainda é característica do ser humano, a capacidade de se relacionar, também terá espaço no mundo das profissões do futuro. Veja as carreiras que estão tomando espaço espaço no mercado e serão tendência no futuro:

Cientista de Dados

Responsável pelo levantamento e análise de dados. Extrair conhecimento baseado nos números gerados tem sido o diferencial na tomada de decisão das empresas.

Especialista em AI e Machine Learning

Profissional especializado em ensinar computadores a pensar como humanos.

Bolsa ENEM

Você sabia que pode conseguir uma bolsa de até 60% no curso todo na Estácio com a sua nota do ENEM dos últimos 5 anos? Confira aqui o valor da sua bolsa e economize na graduação! 🎓

Especialista em big data

Responsável por garantir a disponibilidade dos dados para análise e montar a infraestrutura para armazenar grandes conjuntos de dados.

Desenvolvedor de software e aplicativos

Possui conhecimento em linguagens de programação para criação de novos sistemas e aplicativos que resolvam problemas de pessoas e empresas.

Especialista em marketing e vendas

A habilidade de relacionamento interpessoal ainda não pode ser substituída pelas máquinas, por isso, especialistas em técnicas e tendências de venda e marketing serão necessários.

Especialista em mídias sociais

Responsável por planejar e gerir o planejamento estratégico da empresa nas mídias sociais. O mercado vem sendo moldado com base na segmentação, isto é, a personalização do atendimento por perfis de pessoas. Dessa forma, os investimentos publicitários estão bem mais concentrados no mundo digital.

Especialistas em e-commerce

Responsáveis por todo o canal de vendas. Ajudam empresas a trabalhar suas marcas online.

Especialista em e-learning

Atua no ensino à distância com cursos e treinamentos. O investimento nessa área vem crescendo entre empresas que querem acelerar o aprendizado de funcionários e clientes.

Gerentes de projetos

Cada vez mais empresas trabalham por projetos. Especialistas em gerir e aplicar projetos são muito requisitados. Conhecimentos em metodologias ágeis como Scrum e Kanban estão se tornando comuns em todas as áreas de uma empresa.

Especialistas em transformação digital e novas tecnologias

Atua na migração da empresa para o universo digital. Atua em comunicação ou marketing e trabalha com estratégias em mídias sociais.

Como acompanhar as profissões do futuro

Só tomar conhecimento de como o mercado estará daqui alguns anos não é o suficiente. Ou seja, é preciso compreender como agir frente a essas mudanças para se adaptar e se encaixar rapidamente. O trabalhador vai precisar de paciência para conviver com as máquinas, bem como dedicação para melhorar as suas habilidades.

Por serem novas áreas de atuação, o mercado não tem oferta de profissionais devidamente qualificados. Por isso, será necessário estudar e aprender mais para ocupar o seu lugar. O aprendizado deve ser algo constante ao longo de toda a vida, mas nesta circunstância é necessário ser proativo para requalificação.

Mais do que nunca, será necessário investir em evoluir habilidades que as máquinas ainda não conseguem nos substituir. Por exemplo, a criatividade, o pensamento crítico e o poder de persuasão são habilidades humanas, e serão diferenciais. Além disso, também contará vantagem quem tiver conhecimento em tecnologia e habilidade com design e programação.

As organizações tem papel fundamental na evolução dos seus profissionais. Elas são o caminho mais curto na evolução do colaborador ao oferecer o aperfeiçoamento e desenvolvimento direcionado. Além disso, cursos gratuitos online são uma opção para quem quer se aperfeiçoar nas novas competências que o mercado vem buscando.

Habilidades que serão valorizadas para as profissões do futuro:

Pensamento analítico: capacidade de pensar de forma fragmentada para explicar situações e produzir soluções efetivas.

Criatividade e originalidade: habilidade de criar ou combinar situações ou coisas com a intenção de propor novas soluções para problemas.

Tecnologia: acompanhar, conhecer e descobrir tendências de tecnologia, boas práticas e estratégias que permitem agilizar a operação de uma empresa para gerar bons resultados.

Programação: conhecimento necessário para desenvolver sistemas de computador que envolve a escrita, testes e a manutenção. É possível escrever um programa em diferentes linguagens de programação.

Design: conhecimentos em métodos e técnicas para concepção de produtos através da ideação, criação, desenvolvimento, configuração, concepção, elaboração e especificação.

Pensamento crítico: é a capacidade de refletir intencionalmente sobre uma uma situação, experiência ou argumentos. Permite criar hipóteses, analisar riscos e ser mais assertivo.

Resolução de problemas complexos: capacidade de perceber questões mal definidas que geram consequências complexas e habilidade para criação de estratégias efetivas para resolver estas questões.

Liderança e influência social: habilidade de gerir, motivar e influenciar um grupo de pessoas para evolução e geração de resultados.

Inteligência emocional: capacidade de reconhecer e avaliar os seus próprios sentimentos e os dos outros, assim como a capacidade de lidar com eles.

Profissões que não existem mais

Com a evolução da tecnologia e o passar dos anos, muitas profissões surgiram e muitas acabaram desaparecendo. Coisas novas surgiram, mas também outras tantas acabaram desaparecendo.

Confira uma lista de atividades que eram comuns antigamente, porém que não tem mais espaço no mercado de trabalho:

Lanterninha de cinema: para quem não sabe ou não lembra, antigamente no cinema existia um profissional que ajudava as pessoas a encontrarem acentos. Assim como o próprio nome diz, o lanterninha carregava uma lanterna e iluminava o caminho para que as pessoas não tropeçassem ou caíssem. Esse profissional também chamava atenção das pessoas que conversavam ou atrapalhavam a sessão de alguma forma.

Telefonista: a comunicação de hoje é muito simples e todos nós temos ela na palma das nossas mãos através do smartphone. Antes dessa tecnologia aparecer existiam as telefonistas que eram responsáveis por conectar chamadas telefônicas. Bastava ligar para um central telefônica onde as telefonistas trabalhavam e dizer o número que queria falar. A conexão era feita e ligação estabelecida. Essa profissão não é mais vista hoje em dia.

Despertador humano: no século XVIII e XIX era preciso acordar as pessoas já que relógios e despertadores tinham um custo alto e eram inacessíveis à população. Pessoas que andavam pelas ruas com apitos e batiam nas portas e janelas das casas eram chamadas de despertador humano.

Leiteiro: até meados dos anos 90 ainda se via nas cidades do interior o entregador de leite. Diariamente era distribuído em garrafas de vidro ou latas de alumínio nas casas.

Profissões que vão deixar de existir

Segundo a Catho, além de profissões que foram extinguidas do mercado e com a evolução da tecnologia, outras profissões podem ser extinguidas com o tempo. Os robôs e a inteligência artificial vêm ganhando muito espaço e cada vez mais eles podem atuar melhor que nós seres humanos.

Confira uma série de profissões que podem ser substituídas por máquinas ou robôs:

  • Operador de telemarketing;
  • Operador de caixa;
  • Contador;
  • Vendedor de porta em porta;
  • Arquivista;
  • Condutor de trem e metrô;
  • Atendente de estacionamento.

Se você é um dos profissionais mencionados nesta lista é hora de se mexer e correr atrás do prejuízo. Aproveite a tecnologia para se reinventar e estudar para adquirir novas habilidades valorizadas e requeridas pelo mercado.

Lembre que as profissões do futuro ainda não possuem profissionais qualificados o suficiente. Torne esse gargalo uma oportunidade para sua carreira e conquiste um novo espaço no mercado de trabalho.

Agora que você já sabe para não ficar fora do futuro das profissões, é hora de colocar a mão na massa. Quer saber mais e não perder nenhuma novidade sobre o assunto? Então acompanhe o Vai de Bolsa para não ficar de fora.

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *