Cadastre-se
Cadastre-se e receba dicas, descontos, notícias e informações sobre o mundo da educação!
7 profissões que ganham bem e não precisam de faculdade

7 profissões que ganham bem e não precisam de faculdade

Sair do Ensino Médio, escolher a faculdade perfeita, passar no vestibular e se formar. Muitas pessoas seguem esse caminho, considerado o de maior possibilidade de sucesso. Porém, outros acreditam que fazer uma faculdade não é necessariamente o caminho perfeito. Pensando em você, que concorda com essa segunda opção, separamos algumas profissões que ganham bem e não precisam de faculdade.

Atualmente, com o uso constante da internet e o home office, muitos profissionais têm optado por entrar no mercado de trabalho sem passar pela faculdade. Pode parecer loucura, mas existem profissões onde ganha-se bem e não exige diploma para atuar. Ainda assim, o trabalhador precisa estudar e se atualizar constantemente, dependendo da carreira.

Uma coisa importante de lembrar é que no Brasil muitas pessoas ainda não possuem acesso à educação superior. Por isso, essas opções podem ser uma forma de abrir caminho no mercado de trabalho. Quer conhecer profissões que pagam bem e não precisam de faculdade? Siga lendo o texto e descubra!

Leia também: Não quero fazer faculdade: o que eu faço?

Bolsa ENEM
👉 Estão abertas as inscrições para o VESTIBULAR Estácio que está chegando com 70%* de desconto em todo curso.

Dá pra ter emprego sem diploma?

A resposta é simples e curta: sim! É completamente possível conseguir um bom emprego, com salários acima do mínimo, sem precisar recorrer à faculdade. O caminho de cada emprego varia, é claro, mas no geral você vai precisar fazer alguns cursos e seguir se atualizando. Assim, mesmo sem diploma de graduação, o trabalhador mantém os estudos em dia e pode garantir um bom sustento.

Outra possibilidade de optar por profissões que ganham bem e não precisam de faculdade é criar um portfólio, ou seja, ter bastante experiência em atividades que não exigem graduação. Quer um exemplo? Atualmente, não é preciso ter diploma para atuar como Jornalista, no Brasil. Polêmicas à parte, existem diversos cursos com essa especialidade, mas você consegue se destacar, caso tenha experiência e outras vantagens.

Por isso, invista em especializações, especialmente aquelas aprovadas pelo Ministério da Educação (MEC). Hoje em dia, as oferecidas pela internet são excelentes e costumam formar ótimos profissionais. Mas tenha atenção ao currículo do professor, se é realmente confiável e se o valor não é abusivo. Além disso, observe a grade curricular.

Profissões que ganham bem e não precisam de faculdade

Para conseguir entrar em algumas dessas carreiras, existem cursos específicos, tipo o de Piloto de Aeronave. Você precisa se informar onde oferecem a formação e passar nas avaliações para ter o certificado. Outros pedem conhecimentos mais gerais, onde você consegue acesso em escolas especializadas, ou até mesmo na internet.

O pagamento vai depender do grau de procura dos profissionais, da importância do cargo e se existem muitos trabalhadores com capacidade para exercer a função. A seguir, separamos sete opções com bom nível salarial. Bora conhecer?

1 – Piloto de aeronave

Sim, ser piloto de avião não exige, necessariamente, um diploma de graduação. No geral, você vai precisar encontrar cursos especializados nessa temática e realizar diversas avaliações e testes, é claro. Esses cursos habilitam para atuar como piloto até mesmo em voos comerciais. Por isso, o salário e, responsabilidade, são bem altos, cerca de R$ 9 mil.

Bolsa ENEM

Você sabia que pode conseguir uma bolsa de até 60% no curso todo na Estácio com a sua nota do ENEM dos últimos 5 anos? Confira aqui o valor da sua bolsa e economize na graduação! 🎓

Além disso, existem poucos profissionais com essa capacidade e uma procura média das empresas. A aviação no Brasil ainda está em crescimento e tende a ser bem maior no futuro. Porém, você precisa de muito foco e ter a cabeça no lugar para trabalhar como piloto. Afinal, é uma grande responsabilidade

2 – Comissário de bordo

Ainda falando de aviação, outra opção para quem não quer cursar faculdade é trabalhar como comissário de bordo. Assim como o anterior, você deve se profissionalizar antes de conseguir um emprego, mas existem várias vagas, considerando o crescimento do segmento.

O salário fica em torno de R$ 5.000, mas pode variar dependendo da empresa e tempo de experiência no serviço. Uma exigência grande das organizações é possuir fluência em pelo menos mais um idioma. Por isso, é legal investir no seu inglês ou espanhol, considerando as duas como as línguas mais faladas no mundo.

3 – Tatuador

Perfeito para quem gosta de desenhar e quer usar essa habilidade para conseguir um bom emprego, a tatuagem sempre é muito procurada, se o profissional estudou e se aperfeiçoou. Sim, essa é a principal demanda de um tatuador: continuar treinando e realizar cursos para melhorar. Ter apenas talento não é garantir de sucesso.

Mesmo não sendo exigido graduação, você ainda precisa de cursos profissionalizantes. Porém, eles são bem acessíveis e podem ser realizados em várias cidades no Brasil. A média salarial fica em R$ 4.000, mas depende da sua capacidade de conseguir clientes e em qual estilo as suas tatuagens se encaixam.

Leia mais: 6 profissões que vão garantir seu emprego no futuro

4 – Fotógrafo

Muitos profissionais fotógrafos são formados em jornalismo ou outras áreas relacionadas à artes. Ainda assim, se você gosta de tirar fotos e quer atuar em eventos e aniversários, por exemplo, não vai precisar de um diploma para trabalhar.

Entretanto, você deve realizar alguns cursos técnicos, muitos deles online, para atuar sem problemas. O salário fica entre R$ 1.500 e R$ 3.000. Porém, um autônomo pode ganhar muito mais, se fizer um bom networking. Além do mais, o objeto do seu trabalho pode influenciar no seu pagamento. Já pensou no salário de um fotógrafo de revistas de moda, por exemplo? Com certeza não é baixo.

5 – Técnico em programação de computadores

Essa opção requer um curso tecnólogo, o qual dura metade de um bacharelado. Apesar de precisar estudar e ter um diploma, ser técnico em programação te garante uma boa chance de emprego no mercado, pois a procura por esses profissionais está em alta.

Como é um trabalho de desenvolvimento de sistemas de informática, boa parte do serviço pode ser feito de casa, o que é uma grande vantagem. O salário de entrada de um programador pode chegar aos R$ 3.000, com possibilidade de aumentar com o tempo.

6 – Atendente em farmácia

O atendente em farmácia não precisa, necessariamente, ser farmacêutico. Porém, ele deve ter jogo de cintura para atender diversas pessoas no dia a dia e conhecimento básico de medicamentos. Acontece bastante das empresas contratarem pessoas interessadas na área e ajudarem o profissional a entrar na faculdade, para melhorar sua performance.

Ainda assim, você consegue um bom salário, mesmo sem diploma. O valor pode alcançar os R$ 2.500, fora a comissão por cada venda. E tem espaço para crescimento. Você pode ser gerente ou se tornar o farmacêutico responsável, caso consiga um diploma.

7 – Cabeleireiro

Andando nas ruas atualmente, dá de perceber como o comércio e procura de cabeleireiros aumentou. E se engana quem acha que apenas as mulheres investem no visual. O público masculino tem aumentado nas barbearias e muitos profissionais apostam nessa nova tendência.

Para ser cabeleireiro, o trabalhador precisa de alguns cursos profissionalizantes, mas nada muito longo ou complicado. Vale lembrar a importância de se manter atualizado e renovar seus conhecimentos. O ganho do profissional pode chegar aos R$ 2.000. Entretanto, existem casos onde o profissional ganha muito mais.

Leia também: 10 profissões inusitadas que pagam bem

Garanta o seu futuro, com ou sem faculdade

Agora você já conhece algumas profissões que ganham bem e não precisam de faculdade. Deu de perceber como mesmo sem diploma, o trabalhador ainda precisa estudar e se esforçar para conseguir espaço no mercado de trabalho. No fim, não existe serviço fácil, mas formas diferentes de chegar no seu destino.

Ainda assim, considere fazer uma faculdade, mesmo enquanto você trabalha em um desses empregos. Ter um diploma de graduação ainda é um diferencial para muitas empresas e pode garantir um pagamento ainda maior. Com isso, nunca deixe de estudar e se especializar. Mantenha os cursos em dia e sempre tente melhorar na sua área de atuação.

No fim, a qualidade do seu serviço e como será valorizado pela empresa depende de você. Fazer uma graduação não é o único caminho. E isso é bom. O mercado de trabalho precisa dessa diversidade. Se quiser continuar lendo textos como esse, acompanhe o Vai de Bolsa!

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *