Cadastre-se
Cadastre-se e receba dicas, descontos, notícias e informações sobre o mundo da educação!
Psicologia do Esporte

Entenda o que é Psicologia do Esporte e veja se essa área é para você

Para os apaixonados por esporte, existe mais uma opção não convencional: a psicologia. É isso mesmo! É possível reunir as duas paixões no curso de Psicologia do Esporte. Essa área é fundamental não só para quem quer chegar ao alto rendimento, como atleta profissional. Afinal, existe a possibilidade de aplicar a Psicologia do Esporte em escolas, associações e até em tratamentos médicos. Sempre é possível começar uma nova experiência profissional. A área de atuação da Psicologia do Esporte é ampla e o mercado de trabalho está cada vez mais aquecido. Existem oportunidades em empresas, clubes, escolas e universidades. Saiba, no entanto, que a Psicologia do Esporte não tem nada a ver com o profissional dedicado apenas a resolver questões emocionais. Você também é treinado para entender o contexto dos atletas e desenvolver competências para novos e melhores desempenhos. Então, separamos aqui tudo o que você precisa saber sobre essa carreira. Será que ela é para você? Confere com a gente.

O curso de Psicologia do Esporte

Essa é uma pós-graduação em Psicologia. Então, na maioria dos cursos oferecidos pelo Brasil você precisa ter uma graduação concluída. Isso dependendo da instituição que você escolher, e a faculdade pode ser em outra cidade. Aliás, isso é bem provável, já que poucas instituições oferecem essa especialização. Para isso, o mais fácil é já estar formado em Educação Física ou mesmo Psicologia. No entanto, a Psicologia do Esporte também pode ser cursada como uma extensão. Ou seja, sem a necessidade de ter um curso superior. Vale uma boa pesquisada na internet para encontrar a instituição de ensino que se encaixa na sua necessidade. De forma geral, durante a Psicologia do Esporte você terá que se relacionar com atletas, equipes, treinadores e dirigentes. Então, além do curso, você precisa estar preparado para essa rotina. Durante a sua especialização você ficará apto para entender ainda melhor os sentimentos das pessoas. Só que nesse caso, o seu foco será os atletas. Você receberá uma capacitação para tratar das emoções que podem interferir na prática esportiva. Sua missão será a de entender, observar, diagnosticar apoiar para que o desempenho dos atletas não seja afetado por questões emocionais. Além disso, durante o curso de Psicologia do Esporte você aprenderá sobre questões relacionadas à motivação, liderança, superação, bem-estar psicológico, espírito de equipe e violência. Tudo isso, é claro, relacionado ao ambiente do esporte.

O que você vai estudar?

A duração do curso de Psicologia do Esporte é de aproximadamente 360 horas. No entanto, como você já leu aqui, isso pode variar. Você precisa considerar a instituição de ensino e também o nível de estudos que escolher. Existem muitas disciplinas. Veja:
  • Origem e o Desenvolvimento da Psicologia do Esporte
  • Origem e o Desenvolvimento da Psicologia do Esporte
  • Abordagem Comportamental à Psicologia do Esporte
  • Agressividade e Motivação no Esporte
  • Ansiedade e o Esporte de Alto Rendimento: avaliação e manejo da ansiedade
  • Estabelecimento de Regras e Objetivos no Esporte
  • Concentração e Imaginação Mental: treinamento e avaliação
  • Coesão Grupal, Comunicação, Habilidades Sociais e Ajustamento Social. Treinamento e Formas de Avaliação
  • Neuroanatomia Funcional
  • Neurofisiologia Aplicada à Atividade Física
Essas são só algumas das matérias que você vai ver ao longo do curso de Psicologia do Esporte. Existem muitas outras, mas dá para ter uma boa ideia de como será a sua especialização.

Conheça a rotina de um profissional da Psicologia do Esporte

Você terá que lidar com realidades como o comportamento humano no contexto esportivo. Isso tem um significado bem extenso e até preocupante. É que você precisará estudar as causas e os efeitos psíquicos nos atletas. Então, estamos falando aqui das emoções, pensamentos e comportamentos. Tudo isso antes, durante e após a prática esportiva e, principalmente, das competições. Com base nisso, é preciso saber como melhorar o desempenho dos atletas. Você será o responsável por identificar possíveis soluções para os conflitos. Então, você precisará saber valorizar os pontos fortes dos atletas e minimizar as lacunas emocionais que eles enfrentam para potencializar o desempenho. Para isso, você precisará realizar rotinas de entrevistas, testes, questionários e inventários. Além, é claro, de observações, conversas com os treinadores e funcionários. É preciso levantar todas essas informações para munir os atletas e todo o time de materiais para melhorar o desempenho.

Saiba identificar algumas das áreas de atuação

O seu foco, você já entendeu, será o de garantir a recuperação esportiva, o controle das emoções e também dos pensamentos. Então, dentro da Psicologia do Esporte existe o Esporte de Rendimento. Nesse contexto, você será capacitado para aperfeiçoar a desempenho do profissional. Sua missão será garantir que as questões emocionais não atrapalhem os treinos e que uma derrota, por exemplo, não abale o desempenho do time. Quando consideramos a Psicologia do Esporte no contexto do Esporte Escolar, você precisara tratar de questões socioeducativas. Nesse caso, você precisa levar em consideração a relação do aluno e o ambiente escolar. O foco é sempre o de preparar aquele atleta para a cidadania e lazer. Ou seja, é uma questão mais ampla e social. Além disso, existe o Esporte Recreativo. O foco está no relacionamento interpessoal entre os praticantes. Então, você pode usar a Psicologia do Esporte para incluir pessoas nas atividades de lazer. É preciso focar nas práticas voluntárias e com conexões com movimentos de educação permanente e promoção da saúde. Também existe o Esporte de Reabilitação. Nesse caso da Psicologia do Esporte você vai trabalhar com os pacientes em condições limitantes. Considere, nesse eixo, os pacientes com deficiências mentais, por exemplo. Você terá que usar os seus conhecimentos para incluir.

O mercado de trabalho e o salário dentro da Psicologia do Esporte

Existem muitas possibilidades. É possível achar vagas para trabalho com carteira assinada e, principalmente, como prestador de serviços. Você pode apostar em grandes clubes e empresas, mas também em escolas e universidades. A remuneração varia bastante. Isso tem relação com o seu nível de experiência, contatos e indicações. Mas, é possível sim manter um bom salário. De forma geral, o profissional que atua com Psicologia do Esporte ganha em média R$ 3.233,69 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 35 horas semanais. Isso está relacionado com uma pesquisa e os dados do Salario.com.br junto a dados oficiais do CAGED. Saiba que a faixa salarial do Psicólogo do Esporte fica entre R$ 2.951,36 (média do piso salarial 2019 de acordos, convenções coletivas e dissídios), e o teto salarial de R$ 4.886,86. Os dados consideram apenas os profissionais com carteira assinada.

Como conquistar uma vaga

Para conseguir uma dessas vagas é preciso se preparar. Além de fazer a especialização em Psicologia do Esporte é preciso investir em uma formação mais ampla e preparar um bom currículo. Então, aposte em cursos extras, idiomas e aumente seu network. Aproveite o seu curso para fazer mais contatos. Conheça pessoas dessa área de atuação e faça conexões em redes de relacionamento profissional. Isso é bastante importante para facilitar sua empregabilidade. Além disso, aposte em projetos sociais e voluntários. Em um primeiro momento, isso é ótimo para conseguir mais experiência e também mais contatos na área. Fique atento as vagas em clubes e universidades. A maioria das vagas está nesses locais. Você também pode apostar no empreendedorismo. Dá para focar nas boas ideias e seguir um roteiro com todas as etapas até a abertura do seu negócio de sucesso. O seu serviço é a sua marca. Aproveite!

Prepare-se para conseguir uma vaga

Além disso, aproveite o tempo livre para se preparar para uma futura entrevista de emprego. Nesse contexto, nós também já preparamos um conteúdo bem detalhado para ajudar você. Afinal, é preciso dominar todas as técnicas e conhecimentos no momento mais importante e inicial da sua carreira. Por isso, leia com atenção essa material antes mesmo de se candidatar para a próxima vaga de Psicologia do Esporte Temos mais dicas para você no blog Vai de Bolsa!
Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *