Cadastre-se
Cadastre-se e receba dicas, descontos, notícias e informações sobre o mundo da educação!
resumo

Como fazer um bom resumo para estudar

Você deu uma olhada no conteúdo da prova e se assustou? Parece muita coisa para revisar e conseguir lembrar, não é mesmo? Tudo bem. Isso é mais comum do que você imagina. Então, para ajudar nessa jornada é importante estruturar um bom resumo. Encontrar as informações mais importantes e reunir em um único texto, um documento.

Para você entender melhor, o resumo tem que apresentar de uma forma objetiva e concisa as informações mais importantes da sua prova. Para isso, você precisa primeiro identificar quais são os seus pontos de atenção. O que realmente está causando dúvidas na hora da revisão. Depois, montar a estrutura que seja compatível com as suas necessidades.

Neste texto você vai encontrar todas as dicas necessárias para facilitar sua rotina. Tem exemplos de resumos, dicas na hora de escrever e ainda alguns materiais de referência para você ter outras ideias.

Modelos de resumo

Antes de você começar a escrever, preste atenção nos tipos de resumo. Existem pelo menos três. No entanto, nem todos podem se encaixar na sua necessidade, ou mesmo no seu perfil pessoal. Então, dá uma olhada:

Bolsa ENEM
👉 Estão abertas as inscrições para o VESTIBULAR Estácio que está chegando com 70%* de desconto em todo curso.

Resumo informativo

A proposta é cumprir o que o próprio nome já indica, deixar você informado acerca dos principais pontos destacados no texto. Assim, lendo o resumo, você conseguirá ter todas as informações principais do que seria o texto original. Dessa forma, nesse modelo de resumo nem é necessário que você tenha acesso ao conteúdo original.

Tudo isso porque o resumo informativo dá todo o material necessário para que o leitor possa decidir sobre a conveniência das informações do texto inteiro. Nesse modelo, você terá que expor finalidades, metodologia, resultados e conclusões.

Resumo indicativo

É outra proposta de material. Se você está pensando em como elaborar um resumo indicativo, saiba que ele vai destacar somente os pontos relevantes. Ou seja, as ideias principais do texto-base. Aqui, você terá que descartar a possibilidade de apresentar dados de natureza qualitativa e quantitativa. É uma estrutura que vai direto ao ponto. Sem muita contextualização. Foca só no principal.

Por tudo isso o que você acabou de ler, em alguns momentos, você precisará do apoio do texto original. Afinal, ao reler um resumo indicativo você terá apenas tópicos. Então, se sentir dificuldades de compreensão, precisará rever o conteúdo na íntegra. No entanto, na hora de revisar o material para sua prova, pode ser uma ótima opção.

Resumo crítico

Este material trata-se de uma análise com base no seu ponto de vista sobre o texto original. Aqui, você destacará aspectos como juízos de valor e até comentários pessoais e ideias sobre o conteúdo.

De forma geral, o resumo crítico é feito por especialistas no assunto que possuam uma análise interpretativa de um documento. Ou seja, ele é o mais utilizado no ambiente escolar, também é o que melhor se encaixa no perfil dos vestibulandos. Principalmente porque pode ser feito com mais rapidez e ainda pode destacar pontos importantes e pessoais na hora da revisão.

Bolsa ENEM

Você sabia que pode conseguir uma bolsa de até 60% no curso todo na Estácio com a sua nota do ENEM dos últimos 5 anos? Confira aqui o valor da sua bolsa e economize na graduação! 🎓

Leia também: Como montar um bom plano de estudos

Como fazer um resumo

Agora que você entendeu os principais tipos de resumo, comece a escrever. Lembre-se que é possível, no caso de um conteúdo feito para uso pessoal e de revisão, mesclar todos os tipos. No entanto, se o seu objetivo final for apresentar o resumo em um artigo científico ou como complemento ao TCC, é preciso escolher uma das modalidades. Caso contrário, academicamente, o seu material ficará errado.

Dito isso, prepare-se para começar:

Tópicos

Primeiro, separe todo o seu conteúdo do texto original em tópicos. Por exemplo, se você estiver estudando para o Enem, pode separar de acordo com cada um dos cadernos de disciplinas. Já se você está estudando para o vestibular, vale separar em matérias base específicas e bases.

Contexto

Leia o texto inteiro. Nunca se deve fazer o resumo com base na leitura isolada dos parágrafos. Caso contrário, você terá uma visão distorcida do material original. Além disso, como a proposta é aperfeiçoar o seu tempo, dificilmente você voltará a ler o conteúdo original. Então, faça correto na primeira vez. Evite erros e falta de informação.

Para ter certeza de que o seu resumo está bem estruturado, saiba que você terá de saber responder às principais perguntas sobre tema. Então, terá de buscar tanta informação quanto possível para conseguir se orientar. Seu resumo só estará completo se ao ler o conteúdo dele quem precisar utilizá-lo for capaz de se guiar por um tema. No caso, você. Então, na hora de escrever, busque mais fontes de pesquisa, além do texto original.

Papel e caneta

Faça seu resumo à mão. Nos últimos anos, estudos foram realizados para analisar se o cérebro reage de maneira diferente quando se está digitando e escrevendo. A resposta é que quando você escreve à mão, sua percepção fica maior. Além disso, quando você elabora um resumo já está estudando. Já está revisando o material.

Quando estiver escrevendo, veja se o seu material responde as perguntas:

  • Será que isso cai na prova?
  • Eu entendi por completo essa parte do conteúdo?
  • É necessário relacionar outros conceitos nesse tema?

Se a resposta for sim, adicione o conteúdo no seu resumo. Afinal, certamente você precisará dele.

Grife palavras mais importantes

Depois da primeira leitura do texto original, faça uma segunda leitura. Nesse momento, grife palavras-chave e frases mais importantes. Se for preciso, busque por sinônimos ou definições que te façam memorizar tudo com mais facilidade. Utilize as cores a seu favor e abuse dos marca-textos e canetas coloridas para te ajudar a relacionar o conteúdo. A partir dessa marcação, você pode revisar o seu resumo. Se tudo o que marcou no texto original estiver nele, ótimo. Siga em frente.

Objetividade

Procure ser bem objetivo. No resumo de um texto, por exemplo, devemos deixar de lado os exemplos dados pelo autor, detalhes e dados secundários. Você pode fazer o seu resumo em tópicos. Assim, dificilmente você acrescentará informação desnecessária. Já que o texto, por si só, costuma ser resumido em frases. Resumos em tópicos nos obrigam a utilizar uma ou duas frases para descrever um conceito completo. Isso ajuda na memorização de informações.

A sua versão

Faça tudo com suas palavras. Quando já estiver bem preparado e se sentir seguro, escreva. Ponha no papel, com as suas palavras, tudo o que entendeu. Releia sempre que for necessário. Ou seja: se o texto-base tem 100 páginas, deves fazer um resumo com 30 páginas ou menos. Da mesma forma, não pode ter referências ao original. Tem que ser independente. Uma pessoa que não leu o texto-base tem que entender perfeitamente o resumo. Este treino é válido para fixar o conteúdo e te faz enxergar as partes em que está com maior dificuldade, podendo atentar melhor a elas e exercitar.

Símbolos

Use símbolos, contrações, fórmulas, diagramas e siglas. Se você fizer um resumo para a prova, você precisa entender. Então, abuse dos símbolos e destaque as fórmulas mais complexas. No entanto, se o seu resumo for feito para outras pessoas, use esse material com moderação.

Dicas para fazer um resumo

Tudo o que era necessário saber sobre resumos, você aprendeu até aqui. No entanto, ainda dá para ter acesso a mais informação. Por isso, separamos alguns materiais que podem apoiar você nessa trajetória:

Mapas mentais também são uma ótima forma de memorização e aprendizado. Saiba como fazer um neste artigo.

– Flashcards também contribuem com os estudos, saiba como usar esta técnica neste outro artigo do Vai de Bolsa.

– O canal do YouTube da Jéssica Mendes também é uma opção. Afinal, em vídeo, as informações podem ficar mais claras para você.

– Já o professor Leandro Piccini faz uma análise grande sobre os resumos. Se você precisa entender um pouco melhor os conceitos, passe por esse canal.

Gostou das dicas e orientações para fazer um bom resumo? Temos mais conteúdo esperando por você.  Acompanhe o Vai de Bolsa!

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *