Em qualquer conversa que você tenha, seja com seu chefe, funcionário, professor ou até sua família, são necessárias técnicas de argumentação para que você possa expressar claramente o seu ponto de vista. Mas que isso: uma boa argumentação pode fazer a diferença no campo profissional, dentro de uma empresa, e também em provas e concursos. Por essa razão, vamos elencar nesse post algumas das principais técnicas de argumentação para ajudar você a se comunicar melhor.

A verdade é que argumentar faz parte do nosso dia a dia. Seja quando precisamos escrever um artigo ou até para defender nosso ponto de vista político. Assim como fazer seminários na faculdade. Ter conteúdo e saber como apresentá-lo faz toda a diferença quando expomos nossas opiniões.

Saber utilizar a argumentação de maneira eficiente já está até sendo considerada uma habilidade no mundo dos negócios. E uma muito procurada! E você sabia que é uma habilidade que pode ser aprendida? Ela não precisa nascer com você.

Mas afinal, o que é argumentação?

Argumentação

Segundo o site Significados, argumentação é um conjunto de afirmações, premissas ou suposições que defendem um ponto de vista e que tem por objetivo convencer o leitor sobre algo.

Para que isso aconteça, precisamos ser claros, objetivos, coerentes e organizados com nossas palavras. Argumentar é ter razão, ou seja, não devemos nos levar pela emoção. Para isso, é necessário respaldo, normalmente científico.

Por esse motivo, existem as técnicas de argumentação. Essas são técnicas que foram pensadas e estudadas e para que você possa expressar melhor seus argumentos e que eles possam ser mais eficientes.

Seguem alguns tipos de técnicas de argumentação:

Tipos de técnicas de argumentação

Entenda o seu interlocutor

Essa deve ser a primeira técnica de argumentação. Não adianta ter qualquer tipo de conversa sem que você conheça a pessoa com quem você precisa argumentar.

Saiba com quem você está falando e o que ela espera de você ou da conversa, para que você possa expor seus argumentos com as outras técnicas.

Poupe seus argumentos

Agora que você conhece bem a pessoa que você vai conversar, entenda que às vezes os argumentos não devem ser esgotados totalmente já no início da discussão. Essa é uma técnica importante pois, muitas vezes você utiliza todos os seus argumentos conclusivos no início e acaba não tendo um bom para o final.

Além de conhecer bem a melhor maneira de argumentar, é necessário saber também o melhor momento para que ela aconteça.

Técnica de argumentação do espelho

Essa é uma técnica derivada da Programação Neurolinguística (PNL). Segundo o site PNL, permite compreender melhor nosso funcionamento interno, identificar nossos modelos mentais, para que possamos questioná-los, refletir sobre eles e se é preciso resinificá-los.

A técnica de argumentação do espelho baseia-se em observar a pessoa que está conversando com você e tentar se adaptar à ela. Tentar imitar a postura, o jeito de falar, a entonação da voz. Isso faz com que seu interlocutor se identifique com você e, assim, se sinta agradado.

Argumentação por associação

É uma das técnicas de argumentação mais tradicionais. Quando você associa seu produto à uma coisa boa, uma boa lembrança ou experiência, o interlocutor deve gerar uma identificação. Pode até ser uma associação intangível, mas se você conseguir gerar uma sensação de bem-estar, seu objetivo terá resultado.

Argumentação por fatos

Essa técnica utiliza fatos realmente acontecidos à argumentação. Esses fatos servem como provas e temos como exemplo as amostras e as degustações. Depoimentos de pessoas que já utilizaram o serviço ou compraram o produto. Ou pessoas que já passaram por aquela situação.

No caso de vendas, realizar testes antes de comprar, também são fatos que servem como argumentos.

Pesquisas, dados e gráficos também são outros exemplos que podem servir como argumentação em uma discussão. Também pode-se utilizar dados estatísticos, através de porcentagens e quantidades.

Esses fatos podem estar divulgados nas mídias, como TV, rádio e internet.

Argumentação por exemplificação

Muito parecida com a técnica de utilizar fatos e provas, o exemplo é uma boa maneira de se argumentar. O exemplo traz força para a defesa do ponto de vista e comprova a opinião.

Esses exemplos podem ser verdadeiros, que foram citados no item anterior, quanto fictícios, somente para ilustrar a situação.

Argumento de autoridade

Você também pode usar como base a opinião de pessoas que tenham autoridade. Ter autoridade é ter poder sobre algo. Pode ser um autor, alguém que tenha sua opinião muito respeitada sobre o assunto, uma pessoa pública muito conhecida, entre outros. Podem ser políticos, artistas, filósofos ou historiadores.

Esse tipo de argumento pode ser colocado em prática de duas maneiras:

  • Por citações: na escrita, essa é utilizada na forma da utilização das aspas no início e no fim da citação do autor. Dessa maneira você coloca a ideia deste como argumentação comprovada;
  • Por paráfrase: é quando você indica a opinião do autor, explicando com suas palavras o que ele disse, ou seja, parafraseando.

Argumento por alusão histórica

Utiliza algumas das técnicas anteriores, como: fato, exemplificação e autoridade. Os elementos históricos também podem servir como forte ponto de argumentação, comprovando uma reflexão crítica, o que dá credibilidade ao texto ou à conversa.

Leve a conversa até a persuasão

Toda vez que você discute, seu objetivo é a persuasão, ou seja, induzir o interlocutor a aceitar a sua opinião, sua ideia ou sua atitude. Sendo assim, toda argumentação tem como finalidade chegar a um fim, ser persuasivo, o que significa obter resultados. Para que esse objetivo seja atingido, são necessárias boas argumentações.

E por mais que a argumentação seja racional, a persuasão, no fundo, acontece por motivos emocionais. Portanto, tenha responsabilidade sobre o resultado alcançado. É muito importante que seus argumentos sejam legítimos e verdadeiros.

Outras técnicas de argumentação

Outras técnicas de argumentação são utilizadas principalmente para as vendas, mas também podem ser úteis em outras ocasiões:

Escassez

Além de técnica de argumentação, a escassez é um dos chamados “gatilhos mentais”, isso porque despertam algo na mente de quem ouve. Isso é feito de maneira em que a pessoa pense que aquele produto está acabando.

Para isso, o vendedor anuncia que são os últimos dias, últimas unidades, oferta limitada. Faz com que gere um senso de urgência em quem tem interesse naquele produto.

Além disso, se tem pouco, faz com que a pessoa que compre se sinta especial pois terá um produto limitado.

Conectividade

Como falamos lá no início, é importante que você conheça seu interlocutor. Dessa maneira você pode criar situações onde ele se sinta atraído e conectado por você, fazendo com que sua capacidade de persuasão sobre ele seja maior.

Já tem até uma técnica que utiliza esse tipo de argumentação, ela seja chama Rapport. Esta faz com que se estabeleça um elo de empatia, confiança e sintonia com a outra pessoa. Mas como isso é feito?

Através de algumas técnicas que já mencionamos, como a técnica do espelho. Ou também quando se tem uma escuta ativa com quem você está conversando. Ou até, resumir em poucas palavras o que a outra pessoa está dizendo, recapitulando.

Isso tudo faz com que ela se sinta conectada com você e seus argumentos passem a ser mais atrativos.

Estima

Ser uma pessoa agradável deveria ser regra para qualquer conversa mesmo que você não queira persuadir ninguém. Mas nas técnicas de argumentação, é fundamental esse tipo de atitude.

Ser gentil, cumprimentar e elogiar são sempre pontos positivos para quem está argumentando.

Mas lembre-se, eles devem ser sinceros! Ninguém gosta de elogios que claramente estão sendo falados de maneira mentirosa e isso pode acabar com sua argumentação.

Contraste

Para utilizar o contraste, você deve utilizar a comparação. Para isso, pode utilizar alguma das técnicas de argumentação anteriores, como os fatos ou exemplos, mas de maneira a mostrar um outro lado e não aquele que você deseja argumentar. Ou mostrar dois fatos diferentes, duas opções, até que seja percebida a que seja mais vantajosa.

Agora que você já sabe todas as técnicas de argumentação, pode colocá-las em prática nas discussões e conversas do dia a dia. Quanto mais você praticar, maiores são suas chances de saber argumentar e tornar seus textos e conversas mais interessantes.

Quer saber mais sobre esse e outros assuntos? Só continuar acompanhando o nosso blog Vai de Bolsa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui