tipos de inteligência

Tipos de inteligência: quais são e como descobrir o seu!

Você se considera inteligente? Antes de responder sim ou não a essa pergunta, você precisa saber uma coisa: existem vários tipos de inteligência. Assim, é bem importante conhecê-las antes de tirar conclusões.

Isso porque as pessoas têm uma ideia distorcida do que é ser uma pessoa inteligente. Fazer cálculos rápidos ou ser bom em física são uma forma de inteligência. Porém, facilidade com desenhos, escrita ou música também.

Dessa forma, muita gente é inteligente e não sabe. Afinal, há pouca informação disponível. Saber os tipos de inteligência, portanto, é uma forma de se conhecer. Isso pode ser útil se você quer escolher a profissão ou tomar decisões no mercado de trabalho.

Este post tem justamente esse objetivo: ajudar você a compreender as inteligências e a si mesmo. Leia até o final!

Bolsa ENEM
👉 Estão abertas as inscrições para o MEGAVESTIBULAR Estácioque está chegando com 70%* de desconto em todo curso. Provas nos dias 17 e 18 de setembro!

Leia mais: Qual a diferença entre faculdade e universidade? Entenda

Os tipos de inteligência

A inteligência é algo bastante complexo para ser posto em uma caixinha. Por exemplo: uma pessoa pode se destacar muito em uma área, mas ter dificuldades com outras. Ou, ao contrário, ser boa em muitas coisas, sem ser genial em nenhuma. Se aplicado um teste de inteligência, ambas podem conseguir a mesma pontuação.

Descobrir os tipos de inteligência, portanto, ajuda a desmistificar essa ideia. Você pode se ver em algumas áreas e usar isso na sua carreira, por exemplo. Por isso, neste artigo vamos mostrar quais os tipos possíveis de inteligência.

Você pode fazer um teste de QI se tiver curiosidade. Porém, não existe consenso entre os psicólogos sobre a eficiência deles. Isso porque, se é difícil definir o que é a inteligência, é ainda mais complicado testá-la.

Bolsa ENEM

Você sabia que pode conseguir uma bolsa de até 60% no curso todo na Estácio com a sua nota do ENEM dos últimos 5 anos? Confira aqui o valor da sua bolsa e economize na graduação! 🎓

Além disso, ele está muito associado ao rendimento escolar, o que não é a mesma coisa que inteligência. Um aluno com dificuldade de se concentrar numa aula de matemática, pode se revelar um grande atleta, poeta ou escritor no futuro, por exemplo.

Aqui usaremos a teoria das múltiplas inteligência, do psicólogo Howard Gardner. Ela foi desenvolvida na década de 1980 e tem uma aceitação boa entre os pesquisadores da aula. Para Gardner, existem basicamente nove tipos de inteligência. Pronto para saber quais são? Aí vamos nós!

1. Inteligência linguística

A primeira inteligência que apresentamos é a linguística. Como você deve imaginar, pelo nome, ela se refere ao domínio dos idiomas. Isto é: a capacidade de se expressar pela língua.

Dessa forma, alguém que entende com facilidade gramática e outros idiomas tem essa inteligência privilegiada. Escrever e falar bem, assim como conseguir entender textos complexos é outro bom sinal.

Profissões em destaque: área da comunicação como um todo, edição e revisão de textos, tradução, professor de línguas. De uma forma geral, ajuda em qualquer emprego, pois a comunicação é uma soft skill muito procurada.

Grandes nomes da área: Machado de Assis (escritor), Clarisse Lispector (escritora), Glória Maria (jornalista), Washington Olivetto (publicitário).

2. Inteligência Musical

Então você aprendeu sozinho a tocar violão? Era a melhor voz do coral da Igreja? Se sim, provavelmente você tem uma grande inteligência musical. Isso porque ela lida com a capacidade de ouvir, apreender e organizar os sons. Dessa forma, quem tem o chamado “ouvido bom” e consegue tirar um som até dos banquinhos da escola é quem tem inteligência musical.

Profissões em destaque: obviamente, tudo relacionado à música. Porém, combinada com outras habilidades, pode abrir portas em áreas como a publicidade e propaganda.

Grandes nomes da área: Mozart (músico), Gilberto Gil (cantor e compositor), Elis Regina (cantora).

3. Inteligência Lógica/Matemática

Essa aqui é uma das mais esperadas. Afinal, como falar de inteligência sem mencionar o pessoal que faz contas difíceis de cabeça? Ou os Sherlock Holmes, que deduzem tudo a partir de poucos detalhes? Essa é, portanto, uma forma muito conhecida de inteligência.

O próprio nome já diz tudo, pois ela se refere a facilidade em fazer operações lógicas e matemáticas.

Profissões em destaque: toda a área de exatas, da engenharia mecânica à física teórica, passando pela computação e química. No mercado financeiro também é bastante importante. Mas não só: essa é uma inteligência muito valorizada, que encontra mercado em vários campos da economia.

Grandes nomes da área: Gary Kasparov (jogador de xadrez), Marie Curie (física), Nicola Tesla (inventor), Henry Ford (empresário)

4. Inteligência Visual/Espacial

Reconhecer padrões visuais, conseguir formar imagens das coisas na cabeça e memória visual. Dessa forma, é aqui que brilha quem ia bem nas aulas de artes. Os desenhistas da turma conseguem por no papel as coisas, pois já têm elas formadas na cabeça. Isso é bastante útil, tanto no trabalho quanto no dia a dia.

Profissões em destaque: Tudo que tem a ver com arte e imagens. Design, arquitetura, decoração, maquiagem e até as belas artes.

Grandes nomes da área: Oscar Niemeyer (arquiteto), Tarsila do Amaral (artista), Maurício de Souza (ilustrador).

5. Inteligência Corporal/Cinestésica

Quem disse que o povo que curtia a Educação Física não é inteligente? Com certeza, não foi Howard Gardner, o criador da teoria das múltiplas inteligências.

A inteligência Corporal/Cinestésica tem a ver coma a coordenação motora e a ligação músculos-mente. Assim, quem tem facilidade com esportes e dança provavelmente tem grande inteligência corporal/cinestésica.

Profissões em destaque: esportes e dança. Instrutores de academia, professores de dança, lutadores.

Grandes nomes da área: Garrincha (jogador de futebol), Michael Jackson (cantor, compositor e dançarino), Ana Botafogo (bailarina).

6. Inteligência Interpessoal

Inteligência não é só lidar com coisas. Entender as relações entre as pessoas, seus motivos e suas emoções pode ser bem complexo. É aí que entra a inteligência interpessoal. Afinal, ser sensível e entender as outras pessoas é uma forma de inteligência. Ela é, aliás, importante em qualquer trabalho, em certa medida.

Profissões em destaque: psicologia, RH, política, direito entre outras. Além disso, muitas carreiras são afetadas de forma indireta. Até mesmo o profissional mais simples tem quer ter uma boa relação com os colegas, não é mesmo?

Grandes nomes da área: Jô Soares (apresentador de TV), Mahatma Ghandi (líder político), João Paulo Lehmann (empresário).

7. Inteligência Intrapessoal

Entender a si mesmo é, também, um tipo de inteligência. Isto é: saber as próprias razões, entender seus sentimentos. Em outras palavras: saber o que quer. Assim, essa não é uma inteligência muito fácil de medir. Porém, é bastante necessária. Imagine, por exemplo, um líder que não sabe o que quer.

No campo pessoal, ela é muito importante. É só lembrar que nós não somos máquinas de trabalhar, mas pessoas com necessidades às vezes complexas. Ter isso em dia é bem necessário para o sucesso profissional.

Profissões em destaque: trata-se de um inteligência muito ligada à subjetividade, então é difícil dizer. No entanto, é fato que qualquer forma de liderança depende dela. Assim, se você busca ser um líder, é bastante importante desenvolver essa forma de inteligência.

Grandes nomes da área: Steve Jobs (empresário), Luíza Trajano (empresária).

8. Inteligência Naturalista

Por fim, é importante falar da inteligência naturalista. Ela é justamente a capacidade de compreender as leis da natureza, observar e realizar experimentos. Em resumo, é a inteligência do cientista. Quem era maluco por biologia, química ou física provavelmente tem esse lado bem forte. Existe uma boa gama de profissões que se utilizam dessas habilidades.

Profissões em destaque: tudo que for ligado à pesquisa. É claro que nem todo mundo vai ganhar um Nobel, mas pense, por exemplo, nos funcionários de um laboratório médico. Outra área importante é a das engenharias, que se utilizam bastante dos conhecimentos da ciência.

Leia mais: 5 formas de conseguir uma bolsa para faculdade particular

Descobri os tipos de inteligência, e agora?

Essa noção de como são as diferentes formas de inteligência é bastante útil. Afinal, as pessoas não são divididas entre inteligentes x não inteligentes. Existe muito mais espaço para diversidade do que isso!

A partir disso, talvez seja legal olhar dentro de si ou perguntar para pessoas conhecidas qual inteligência elas identificam em você. Fazendo isso, você terá uma noção boa, mesmo que subjetiva, de quais são suas aptidões. Então, isso pode dar um direcionamento para suas futuras escolhas na educação e mercado de trabalho.

Por falar nisso, nosso blog está cheio de materiais sobre estes assuntos. Se manter informado sobre o mercado de trabalho é uma ótima forma de perseguir o sucesso. Da mesma forma, algumas dicas sobre educação podem te ajudar, seja acelerando seu início de carreira ou coroando uma trajetória mais longa.

Portanto, continue no nosso blog e confira outras informações relevantes para sua carreira!

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *