tipos de pós-graduação

Conheça os tipos de pós-graduação e qual mais combina com você

Indeciso entre os tipos de pós-graduação? Quer melhorar sua renda e está se perguntando se vale a pena investir numa pós? Não sabe o que é pós-graduação, mas está pensando em descobrir? Cursos de pós-graduação são aqueles que exigem um diploma de nível superior. O conteúdo varia: você pode atuar como pesquisador na fronteira do saber humano ou fazer um pequeno curso de aperfeiçoamento para incrementar o currículo. Em geral é exigido algum Trabalho de Conclusão de Curso, que pode ser desde um artigo até uma tese de doutorado. Continuar os estudos após a graduação é muito importante para quem deseja avançar na carreira e melhorar a sua faixa salarial. Mas também é para quem quer seguir carreira acadêmica. Isso porque existem muitos tipos de pós-graduação. Assim, essa formação pode servir para diferentes objetivos. Tudo depende de saber escolher a melhor pós-graduação para você. Neste post, vamos te ajudar nisso! Leia também: Como saber se a pós é um diferencial competitivo para mim?

Qual a diferença entre os tipos de pós-graduação?

Diante de tantas opções de formatos de cursos é importante ter em mente qual seu objetivo profissional para não perder o foco. Cada tipo de pós-graduação é dirigido para alguma área. Então, é preciso levar isso em conta na hora da decisão. Em geral, se você quer seguir uma carreira na pesquisa, mestrado e doutorado são o caminho. No entanto, se você deseja melhorar sua renda e se diferenciar no mercado, então um MBA ou uma especialização será a melhor opção. Todos os cursos que exigem graduação completa são considerados cursos de pós-graduação. As pós-graduações são divididas em Stricto e Latu Sensu. Mestrado e doutorado são Strictu Sensu. Já as especializações que incluem os cursos de MBA são Latu Sensu.

Tipos de pós-graduação: Latu Sensu

Vamos falar aqui dos cursos Latu Sensu, as especializações. Se você procura um curso para ter uma melhor qualificação em uma área específica, essa é uma boa pedida. Além de serem práticas, as especializações são ágeis: sua carga horária mínima é em geral de 360 horas. Existem vários tipos de especializações, então aqui falaremos das principais.

Master in Business Administration (MBA)

Você provavelmente já ouviu falar sobre esse tipo de pós-graduação ou conhece alguém que fez. Traduzindo do inglês, esse curso faz de você um mestre em Administração de Negócios, o que abre muitas portas. Imagine que você é, por exemplo, um engenheiro mecânico. Além dos motores, você agora sabe gerir as pessoas e o dinheiro. Dessa forma, essa especialização te qualifica para posições de maior responsabilidade e, por consequência, melhores salários. Existem alguns tipos de MBA, voltados para áreas específicas. O Master in Business Engineering , por exemplo, é direcionado para as engenharias. O Master in Business Economics para quem quer se aventurar na área das finanças. Há ainda o pós-MBA, um curso voltado para executivos muito qualificados, com o objetivo de aprender ainda mais a gestão de negócios. Se você é um gestor experiente, mas não tem o MBA, existe a opção do MBA Executivo, focado nesse público.

Aperfeiçoamento

Se você procura um tipo de pós-graduação Latu Sensu ainda mais econômica e ágil do que o MBA, o curso de aperfeiçoamento é uma boa opção. Com 160h de carga horária, você consegue um certificado em uma área específica de atuação. Perfeito para quem quer se qualificar, mas tem pouco tempo.

Tipos de pós-graduação: Stricto sensu

Agora entramos em uma área mais acadêmica, para quem quer uma formação mais densa. Com uma carga maior e a realização de uma pesquisa, essas formas de graduação vão ocupar mais tempo e dinheiro por um resultado igualmente maior. Embora sejam voltados para a pesquisa, o mestrado e o doutorado são úteis no mercado de trabalho. Um profissional com esses diplomas geralmente é alguém com muito conhecimento na área. De fato, possuir mestrado e doutorado pode aumentar o salário em até 118%. Além disso, o mestrado e, principalmente, o doutorado te habilitam para, possivelmente, dar aulas no ensino superior – uma carreira muito bem remunerada.

Mestrado

Para quem busca destacar-se no meio acadêmico, como professor ou pesquisador, os cursos de mestrado estão entre os mais buscados. A duração desses cursos pode chegar a três anos. Existe também o mestrado profissional, que é como uma especialização “vitaminada”. Isto é: um curso voltado ao mercado de trabalho, mas com uma carga horária maior e com a produção de uma dissertação ou artigo ao final.

Doutorado

Nessa modalidade de pós-graduação, o profissional que já concluiu um curso de mestrado está em busca de um conhecimento técnico ainda mais profundo sobre um determinado tema. Os estudos de doutorado podem durar de quatro a cinco anos. Diferentemente do mestrado, em um curso de doutorado a maior carga de estudos é feita em casa e por conta própria. A tese, que é submetida a uma banca examinadora, deve conter um ponto de vista inédito que contribua para o avanço do conhecimento de uma determinada área. Depois de aprovado, o aluno recebe o título de doutor.

Vantagens de se fazer qualquer um desses tipos de pós-graduação

Além do que já falamos aqui, existem ainda outras vantagens em se fazer a pós-graduação, não importa o tipo. Então, podemos citar as seguintes:
  • Ampliação e atualização dos seus conhecimentos;
  • Troca de experiências com colegas e professores;
  • Maior competitividade no mercado de trabalho e, por isso, maior empregabilidade;
  • Possibilidade de mudar de cargo, área ou empresa, com a expectativa de um salário maior;
  • Networking com colegas de classe e professores, podendo influenciar novas oportunidades de atuação na sua área.
São muitas as possibilidades, além do diploma ou do certificado. Você sabe a diferença? Abaixo falaremos mais sobre elas. Acompanhe! Leia também: Especializar em uma área diferente da formação é uma boa ideia?

Diploma e certificado: qual a diferença?

Quando se fala em fazer cursos, frequentemente ouvimos as palavras diploma e certificado, mas nem sempre prestamos atenção no sentido. Para quem quer fazer uma pós-graduação, a diferença entre os dois é muito importante. Vamos lá: o diploma geralmente se refere a uma formação mais ampla, é característico das pós-graduações strictu sensu e é regulamentado pelo Ministério da Educação (MEC). Empregadores levam em consideração o diploma, pois essa formação tem uma vida útil mais longa do que um curso mais enxuto. Alguém que conhece os princípios de uma profissão vai se adaptar a novas técnicas com mais facilidade. Já o certificado é próprio das pós-graduações latu-sensu e não precisa de regulamentação do MEC. Ao conseguir certificados, você mostra que está atualizado e vai atrás de uma formação mais técnica. Dessa forma, é possível dizer que para melhorar sua renda, tanto certificados como diplomas são importantes. Os diplomas ajudam a te definir como profissional ou pesquisador. Os certificados te mantém no mercado e permitem o progresso dominando novas técnicas. Por isso, é bastante comum que os profissionais vão atrás do diploma uma ou duas vezes na vida, enquanto os cursos de atualização e especializações são mais permanentes.

Tipos de pós-graduação: EaD

Se você já se formou e está procurando uma pós-graduação, pode estar se perguntando qual pós pode fazer. Muitas pessoas que procuram a pós-graduação têm que conciliar os estudos com o trabalho. Por isso, a alternativa da pós-graduação a distância vem ganhando força. Outro fator é o dinheiro, cursos a distância são muito mais baratos, possibilitando, desse modo, maior acessibilidade. Além disso, as aulas acontecem todas em um ambiente virtual de aprendizagem, o que corta os custos do transporte.

Tipos de pós-graduação: escolha a melhor para a sua carreira

Agora que você conhece os tipos de pós-graduação, pode começar a pesquisar aqueles que vão se encaixar na sua carreira. Decisões bem informadas são em geral decisões bem feitas. Se você quer mais informações sobre como complementar a sua formação e conseguir as melhores oportunidades no trabalho, não deixe de dar uma olhada nos outros posts do blog.
Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *