É comum achar que quem quer trabalhar com moda quer ser estilista, daqueles de grifes famosas. Mas o mercado de moda é bem maior que isso. Há diversas áreas de atuação que vão desde a idealização, confecção, divulgação até a venda de cada peça. Para fazer parte desse mercado é necessário muita criatividade, originalidade, ter noção de negócios e de tendências. Por essa razão, vamos listar aqui as principais profissões para quem deseja trabalhar com moda.

Antigamente, qualquer pessoa podia trabalhar com moda. não que hoje em dia seja proibido, mas o setor está mais exigente e competitivo. Assim, o diploma de graduação na área ou pelo menos um curso de especialização faz toda diferença.

Porque a moda está em alta?

O mercado da moda movimenta bilhões no mundo. No Brasil não é diferente, apesar da incerteza do momento econômico atual o setor tem se mantido aquecido e o melhor, está em amplo desenvolvimento. Alguns fatores são responsáveis por essa buena onda da moda:

  • Facilidade em abrir um negócio próprio hoje em dia.
  • E-commerce;
  • O surgimento das redes sociais que possibilita a marca alcançar um maior público;
  • Democratização da moda com vestimentas que atingem todo público, não só de classe, mas de tamanhos, como por exemplo o plus size;

No final, esses aspectos tornam tudo mais competitivo, então invista em um bom curso de design de moda. Até porque as aulas ajudam a entender em qual área você se encaixa melhor.

Para facilitar ainda mais a sua vida, a seguir listamos as diferentes carreiras que você pode seguir ao ingressar no mercado da moda.

Profissões para quem quer trabalhar com moda

Fashion Designer

Também conhecido como estilista, o fashion designer é responsável pela criação da roupa. Ele desenha e desenvolve roupas, acessórios e coleções de moda. Pode trabalhar com uma marca, confecção ou ser autônomo.

Para atuar nessa área é necessário ter conhecimento em diversas áreas da moda já que o fashion designer acompanha todo processo de confecção da roupa. Além disso precisa estar antenado e inserido neste mundo para prever tendências, identificar estilos, desenhar a coleção e acompanhar a modelagem.

É importante frisar que esta profissão muito vinculada ao glamour é uma das que mais rala para chegar a um resultado final esperado. Se o seu desejo é ser um fashion designer, então esqueça essa parte e invista em um bom curso de moda. Se você já é formado na área, talvez seja hora de matricular-se em curso de aperfeiçoamento.

Direção de arte

Conhecido também como stylist, esse profissional dá a cara para a coleção nova. Ele seleciona e decide de que maneira as roupas serão mostradas ao público. E assim ele organiza campanhas, catálogos, eventos, editoriais e desfiles.

É responsável por montar os looks que serão propostos na estação, escolhe a combinação das roupas e acessórios, além de selecionar fotógrafos, maquiadores, locações e modelos. É um cargo que exige conhecimento profundo e extenso em história da arte e da moda.

Gestor de Produção

O gestor de produção gerencia as operações de produção das roupas. É quem tira a ideia do estilista do papel e a transforma em vestimenta. Ele orienta as costureiras, a equipe de corte e todo grupo envolvido nas fases de produção.

Esse profissional necessita ter conhecimento extenso dos tecidos, cortes, construção e viabilidade do tempo de produção.

Coolhunter

Para quem quer trabalhar com moda, o coolhunter é uma das carreiras com mais peso no mundo fashion. Ele traduz as macro tendências e os direciona para o negócio.

O profissional realiza pesquisas e análises de comportamento para entender o consumo e as tendências com foco em inovação dos produtos.

Pode trabalhar com uma marca ou prestar consultorias.

Comprador de marca

Especialista em comprar itens que tenham a cara da marca e que podem ser usados na confecção das roupas. Pode ser um tecido, uma camiseta e até um zíper que o cliente necessita. Para isso visita feiras de moda e conhece muitos fornecedores. Sempre de olho em novidades e no público da marca.

Para não ultrapassar o gasto e fazer compras certeiras, o comprador precisa saber administrar o orçamento com um bom planejamento financeiro.

Para atuar na área pode ter graduação em moda ou em administração. Após o diploma, invista em um curso de comprador.

Consultor de imagem

Presta consultoria de imagem pessoal e profissional para quem deseja se vestir melhor ou passar uma boa imagem no trabalho. O consultor ajuda o cliente a criar um estilo próprio.

Ele se baseia na aparência física, cores, etiquetas e linguagem corporal de cada pessoa para montar looks bem direcionados. Além de acompanhar a compra de novas peças e organizar o guarda-roupa.

Não existe formação superior, mas há disponíveis cursos de consultoria de imagem e análise de cores que servem como base para atuar nesta área.

Fotógrafo de moda

O fotógrafo de moda vai muito além de só clicar modelos. É necessário conhecimento técnico de fotografia como iluminação, composição de imagem, técnicas de trabalho corporal, senso estético e um bom relacionamento com a marca e a modelo.

O profissional necessita estar atualizado e se manter informado por meio de livros, revistas e sites, além de ser especialista em tratamento de imagem.

Para quem se interessa em trabalhar como fotógrafo de moda pode fazer um curso livre ou técnico.

Visual Merchandising

É quem define a identidade visual da loja. De que maneira vai dispor os produtos na vitrine e no interior da loja para que o cliente tenha uma boa experiência no momento da compra.

Todo esse trabalho tem que estar de acordo com a proposta da marca e da coleção. Pode trabalhar de forma autônoma em lojas físicas e virtuais ou pode ser contratado por uma marca.

Há cursos de VM disponíveis para quem almeja trabalhar nessa área.

Engenheiro Têxtil

O engenheiro têxtil faz parte da equipe de pré-produção de uma coleção. É ele quem identifica o melhor tecido para a confecção das peças desenhadas pelo estilista, a durabilidade delas e a gramatura para que o caimento da roupa seja perfeito.

Mais do que achar o tecido ideal, o engenheiro têxtil pode também elaborar e criar o próprio fio a ser usado. E assim, participa de todas as etapas, do desenvolvimento até o tingimento e acabamento.

Para trabalhar na área é necessário ter graduação em Engenharia Têxtil.

Leia também: Engenharia Têxtil: conheça sobre a profissão e o mercado de trabalho

Assessoria de Imprensa

Faz o trabalho de marketing da marca, além de ser a conexão entre a marca e a imprensa. O profissional precisa ter conhecimento de estratégias de marketing e táticas de mídia e publicidade para planejar campanhas de comunicação de acordo com o objetivo da empresa.

Mercado de trabalho para quem quer trabalhar com moda

Para quem tem um certo receio em trabalhar com moda, seja por achar que o mercado é restrito ou por medo de salários baixos, aposte em especializações.

Quanto mais conhecimento melhor, mas também procure colocar todo os seus estudos em prática. É normal começar como assistente, ganhando bem menos do que se espera, mas o início de qualquer carreira é difícil. E só com muita ralação se chega a um nível superior.

Para se destacar nesse mercado, além de talento, é preciso ter uma visão ampla da área. Algumas especializações que não estão diretamente ligadas à moda podem fazer toda diferença na sua carreira, como curso de gestão de negócios.

Lembre-se que o mercado da moda não é somente sobre roupas, acessórios e joalheria também fazem parte. Se for o seu caso, invista nessas áreas em cursos de especialização.

Acompanhe mais informações sobre cursos, capacitações, mercado de trabalho e dicas no blog Vai de Bolsa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui