Cadastre-se
Cadastre-se e receba dicas, descontos, notícias e informações sobre o mundo da educação!
trancar a faculdade

O que significa trancar a faculdade?

Se por algum motivo, seja pessoal ou financeiro, você precisar parar a faculdade, saiba que é possível. As instituições de ensino superior te permitem interromper o curso por um período de tempo. E essa interrupção momentânea significa que você irá trancar a faculdade.

Em média, até dois anos, a depender da faculdade. Para dar início ao processo de trancar a faculdade você precisa, normalmente, estar cursando a partir do segundo semestre da graduação.

Às vezes, trancar a faculdade pode ser efeito da falta de motivação para seguir no curso. Já falamos em alternativas sobre isso no Blog Vai de Bolsa.

Se você faz um curso de ensino superior e já pensou em trancar a faculdade, porém, tem muitas dúvidas sobre o assunto, esse post é para você. Confira aqui quais as vantagens e desvantagens de fazer o trancamento e todas as possibilidades.

Bolsa ENEM
👉 Estão abertas as inscrições para o VESTIBULAR Estácio que está chegando com 70%* de desconto em todo curso.

Leia também: Segunda graduação: vale a pena fazer um novo curso?

Trancar não é abandonar

Então se você tiver que interromper a faculdade a sua situação no curso se manterá a mesma até você decidir retornar ou não. Mas é importante ressaltar que a grade curricular pode ser alterada no período que você estiver fora. Em alguns casos, pode ser necessário cursar algumas disciplinas novamente. Saiba que passado o prazo dado pela universidade você precisa retornar ao curso a partir do semestre que parou de estudar. Caso você decida mudar de curso isso também é possível. Porém, diante de uma nova graduação, você precisará cursar todas as matérias desde o início.

Ao solicitar o trancamento formal você ainda manterá os vínculos com a faculdade. Geralmente essa solicitação é semestral e deve ser renovada também semestralmente, caso seja uma exigência da instituição onde você estuda.

Ficou claro para você que trancar a faculdade não é a mesma coisa que abandonar, certo? Estamos falando de uma pausa decidida por você, com prazos estabelecidos e protocolos a serem seguidos. E isso tudo varia para cada faculdade. Ainda não existe uma lei generalizada sobre o assunto.

Como fazer o pedido para trancar a faculdade?

No Brasil, em 2017, o índice de evasão de cursos presenciais em faculdades públicas e privadas chegou a 25,9%. Na modalidade de Educação a Distância este percentual sobe para 27,9%. Dados do Mapa do Ensino Superior de 2019.

Se essa for a sua vontade, trancar a faculdade, a orientação geral é que você se dirija à coordenação do curso para solicitar o recurso referente à interrupção da graduação. As regras para trancar um curso superior variam conforme as instituições de ensino, assim como os documentos necessários. Caso você curse uma graduação à distância é necessário ir até o polo da instituição e notificar a secretaria da sua decisão.

Bolsa ENEM

Você sabia que pode conseguir uma bolsa de até 60% no curso todo na Estácio com a sua nota do ENEM dos últimos 5 anos? Confira aqui o valor da sua bolsa e economize na graduação! 🎓

Em geral, não é possível trancar a matrícula no primeiro período. Porém, algumas exceções podem ser analisadas, como afastamento por doença grave ou cirurgia. Se você estiver no primeiro período é possível abandonar o curso ou cancelar a matrícula. Trancar a faculdade nesta etapa inicial não costuma ser aceito pelas instituições.

Se você decidir sair no meio do ano, pode tentar alguns acordos com a faculdade. Uma delas é o ressarcimento do valor da matrícula. Caso ela integre a anuidade pode ser que você tenha direito a alguma restituição. Porém, é preciso que esteja previsto inicialmente em contrato.

Cumprido todos os requisitos necessários, as disciplinas do curso serão trancadas. A partir daí você não precisará mais ir até a faculdade.

Preciso pagar para trancar o meu curso?

Todas as cobranças realizadas pela instituição na qual você está matriculado precisam estar escritas em contrato. Por isso, antes de assinar qualquer papel no ato da matricula, você precisa ler atentamente. Se não tiverem cláusulas referentes à cobrança em caso de trancar a faculdade, você não precisará pagar nada. Isso é o que prevê o Código de Defesa do Consumidor. Todas as cobranças devem estar detalhadas em contrato. Durante o período que você trancar a faculdade também não podem ser cobradas mensalidades referentes ao curso.

O Conselho Nacional de Educação proíbe a cobranças de taxa de trancamento de matrícula. De acordo com o Conselho, a mensalidade que os alunos pagam deve abranger todo o hall de serviços oferecidos pela faculdade.

Se você tiver feito o pagamento integral do curso, poderá solicitar o reembolso de valor junto à faculdade. Cada local tem as suas normativas por isso é importante manter-se informado e estar por dentro de tudo que assina e formaliza dentro da instituição.

É possível trancar a faculdade com mensalidades atrasadas?

Sim, você pode trancar a faculdade. É seu direito, mesmo que tenha mensalidade atrasadas. O fato de estar inadimplente não é um impeditivo, apesar de algumas instituições dizerem o contrário. Se a faculdade tentar te impedir por conta disso, saiba que se trata de uma prática abusiva. Procure os seus direitos, neste caso.

A cobrança de mensalidades inadimplentes deve ser feita por meios judiciais. Claro que se você conseguir fazer um acordo direto com a faculdade e renegociar esta dívida, será muito melhor. Contudo, se você decidir voltar para a faculdade não poderá efetuar nova matricula se ainda estiver inadimplente. Para retornar, é necessário quitar os seus débitos.

Não se intimide com ameaças por parte das instituições de ensino superior, pois elas não podem infringir a lei. E se assim fizerem, você poderá buscar auxílio jurídico para que os seus direitos sejam preservados e respeitados.

Posso voltar para a faculdade depois de trancar o curso?

Claro que sim! Conforme falamos acima, trancar a faculdade não significa abandoná-la. Você não estará desistindo para sempre. Pelo menos não nesse momento inicial. Trancar é interromper por um período. O retorno à faculdade é mais fácil do que você imagina e não costuma ter grandes burocracias. Basta você ir à coordenação de curso, efetuar sua matrícula novamente e pronto. Evidente, que cada faculdade terá as suas regras e protocolos. Mas no geral não há maiores contratempos para o reingresso. Você vai continuar de onde parou.

E se eu quiser mudar de graduação, pode?

Depois de trancar o curso você ainda poderá voltar para a faculdade em outro curso. Sim, é possível solicitar o reingresso para outra graduação. Porém, a exigência é que você retorne no primeiro semestre desta nova graduação. Será necessário começar do zero. Mas existe uma possibilidade de você eliminar algumas matérias se não forem graduações muito diferentes. Isso você terá que avaliar direto com a instituição de ensino na qual está matriculado.

Bolsista Prouni pode trancar matrícula?

O bolsista Prouni tem os mesmos direitos que os demais acadêmicos e também pode solicitar o trancamento da matrícula. Ao trancar a matrícula, o aluno deverá solicitar a suspensão do usufruto da bolsa de estudos, seja ela parcial ou integral.

É importante estar ciente que o período que a bolsa ficar suspensa é considerado como utilizado, ou seja, é descontado do prazo total de utilização da bolsa.

Será bom para mim trancar a faculdade?

Antes de tomar esta decisão tão importante, sugerimos que você responda, com sinceridade, a estas perguntas. O que eu ganho trancando a faculdade? O que eu perco trancando a faculdade? Uma coisa é certa, você estará adiando o seu diploma em curso superior. Assim como os seus amigos seguirão para os próximos semestres. Ao retornar, você se verá em uma nova turma.

Agora se você tem dúvida se será esta a sua profissão pense em tudo que te levou a escolher lá atrás na hora da matrícula. Avalie os prós e contras antes de trancar a faculdade. Veja se é isso mesmo que você quer para não se arrepender, mesmo que você possa voltar a qualquer momento. Caso você já tenha cursado mais da metade da graduação, investido tempo e dinheiro, também é necessário colocar na balança e analisar se não vale a pena concluir.

Analise com calma as possibilidades

No entanto, se o problema para trancar a faculdade for financeiro, saiba que também é preciso pensar bem antes da sua decisão. Podem haver outras saídas dentro da própria universidade.

Financiamentos, auxílios, bolsas. Informe-se, visite a coordenação do curso e peça ajuda. Algumas faculdades oferecem bolsa ou remuneração para alunos monitores, por exemplo.

Estágios também são uma ótima opção de renda ao longo da graduação. Todavia, se ainda assim você tiver dificuldade de pagar as mensalidades, talvez seja melhor interromper o curso por um tempo até você ter uma estabilidade financeira maior.

Analisados esses pontos e tantas outras variáveis que podem surgir, só você poderá ter as respostas que deseja. A sua realidade e as suas reais necessidades é que serão preponderantes na decisão em trancar a faculdade.

Visto tudo que foi exposto agora você tem informações para ajudar na sua decisão, bem como os passos a proceder para trancar a faculdade.

Leia mais informações sobre cursos de graduação e o dia a dia nas universidades no Blog Vai de Bolsa.

Tags:
  • Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *