Vestibular Fuvest: dicas para detonar na prova

0
2

Um dos vestibulares mais concorridos do Brasil, o vestibular Fuvest inicia sua primeira fase no dia 24 de novembro de 2019. Foram 129.148 inscritos para a prova. Os candidatos que estão realmente concorrendo são 117.019 e os chamados “treineiros”, que ainda não concluíram o ensino médio mas já querem testar seus conhecimentos, somaram 12.129.

Para passar no vestibular Fuvest não basta apenas estudar. A primeira fase costuma eliminar mais de 70% dos candidatos. São necessárias muita dedicação e algumas dicas que vamos lhe passar agora.

Conheça a Fuvest

A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) foi criada pela Universidade de São Paulo (USP) em 20 de abril de 1976. Seu objetivo era poder realizar o vestibular da USP de acordo com as diretrizes estabelecidas pelo Conselho de Graduação da Universidade.

A Fuvest oferece três tipos de vagas: Ampla Concorrência (para todos os candidatos sem pré-requisitos), Escola Pública (independentemente da renda) e Pretos, Pardos e Indígenas (independentemente da renda, mas devem ter cursado ensino médio em escola pública).

Os cursos agrupam-se em carreiras, de acordo com a área de conhecimento (ciências humanas, ciências exatas e ciências biológicas). São 106 carreiras e 182 cursos. Na inscrição, o candidato escolhe uma das carreiras e depois pode escolher até quatro cursos em ordem de preferência.

As carreiras mais concorridas em 2020 são as três de Medicina (São Paulo, Bauru e Ribeirão Preto). Já aquelas com o menor número de inscritos são Engenharia de Biossistemas (Pirassununga), Biblioteconomia e Ciência da Informação (Ribeirão Preto) e Licenciatura em Geociências e Educação Ambiental (São Paulo, Butantã).

Leia também: USP e Unicamp estão entre as melhores universidades da América Latina

Não seja pego de surpresa

Para se dar bem, é imprescindível conhecer alguns detalhes importantes sobre o vestibular Fuvest. O perfil da concorrência e o grau de dificuldade das questões são alguns deles. Ser pego de surpresa pode fazer com que você seja desclassificado.

Sua primeira tarefa é analisar os seguintes itens: qual foi o grau de dificuldade dos últimos anos, qual a relação candidato/vaga para o curso escolhido e quantos passaram para a próxima fase. Ter essas informações faz com que você esteja mais preparado para o que está por vir.

É importante também você dar uma estudada no Manual do Candidato Fuvest 2020. Ele traz muitas informações, como as datas mais importantes, horários de abertura e fechamento dos portões, o que pode e o que não pode levar na prova, entre outros.

Pesquise bem o que vai cair na prova do vestibular Fuvest

Muitos sites oferecem conteúdo antigo das provas do vestibular Fuvest. Buscar o que já caiu em provas anteriores é uma boa estratégia para “prever” o que virá na próxima. Ou pelo menos você passa a ter uma noção do nível de dificuldade das questões.

O site Guia do Estudante tem um artigo contendo as provas e gabaritos do vestibular Fuvest dos anos de 2010 até 2017. A própria Fuvest tem uma página chamada Acervo, em que constam todos os materiais, provas e gabaritos desde o vestibular de 1980. O Curso Objetivo tem as resoluções comentadas das provas de 1998 até 2019.

Leia todos os livros obrigatórios do vestibular Fuvest

Muita gente acaba ficando com preguiça de ler os livros e opta por ler somente os resumos. Saiba que, para o vestibular Fuvest, somente os resumos provavelmente não serão o suficiente. Muitos pontos podem ser perdidos no caminho e você pode não conseguir chegar à segunda fase da prova. É importante também traçar o contexto histórico, político e social do autor e da época em que a narrativa é ambientada. Portanto, além de ler os livros, procure análises comentadas sobre eles, vá mais a fundo!

Os livros pedidos para o vestibular Fuvest 2020 são:

  • Poemas Escolhidos – Gregório de Matos
  • Quincas Borba – Machado de Assis
  • Claro Enigma – Carlos Drummond de Andrade
  • Angústia – Graciliano Ramos
  • A Relíquia – Eça de Queirós
  • Mayombe – Pepetela
  • Sagarana – João Guimarães Rosa
  • O Cortiço – Aluísio Azevedo
  • Minha Vida de Menina – Helena Morley

Trace um plano de estudos

Como a lista de conteúdos é muito extensa, é necessário um certo nível de organização dos estudos. Falta pouco tempo para a prova e é provável que você já esteja há um tempo se preparando. Agora, na fase final, é mais uma questão de relembrar tudo o que estudou durante o ano.

Se existe algum conteúdo que você não aprendeu até agora, não adianta insistir. Foque nos conteúdos de média dificuldade. Por que isso? Porque você vai precisar de muito mais horas para assimilar os difíceis, e, pelo tempo restante, não vale a pena se dedicar a eles. Quem dá essa dica é o site Guia da Carreira.

Agora, se você precisa de dicas para montar seu plano de estudos, o Blog Vai de Bolsa fez um artigo bem completinho que você pode conferir aqui.

Além do plano de estudos, tenha também um plano de descanso. É preciso aprender a respeitar os limites do corpo e da mente. Organize-se para não chegar no último dia virando a noite estudando. Defina sua rotina e siga-a respeitando seu próprio tempo.

Fique de olho no tempo

Na primeira fase do vestibular Fuvest são 90 questões. As provas são das seguintes disciplinas: biologia, física, geografia, história, inglês, matemática, português e química. O candidato tem cinco horas para realizar todas essas provas. Pode parecer bastante tempo, mas não se esqueça de que também é bastante conteúdo.

O ideal é treinar o tempo realizando provas antigas. Com a ajuda de um cronômetro, faça uma prova do vestibular Fuvest de anos anteriores e confira se você consegue terminar dentro do tempo pedido. É uma boa dica para quem nunca fez uma prova de vestibular antes ou está se sentindo inseguro se vai dar conta do tempo ou não.

Estude atualidades

As atualidades podem aparecer em todas as provas da primeira fase do vestibular Fuvest. Principalmente nas provas de inglês e português. Para você ficar atualizado, leia jornais, revistas e sites confiáveis. Dê atenção ao cenário político, às minorias, a questões relacionadas às religiões. É importante traçar um panorama histórico, político, econômico e social. As atualidades também são importantes para a prova de redação.

Mais informações sobre as provas do vestibular Fuvest 2020

Como já dissemos, o vestibular é feito em duas fases. A primeira fase, com 90 questões de múltipla escolha será no dia 24 de novembro de 2019. A segunda fase, que é a prova dissertativa, terá dois dias. A primeira prova será dia 5 de janeiro de 2020, com 10 questões de português e também a redação. A segunda prova será no dia seguinte, dia 6 de janeiro de 2020, com 12 questões sobre duas a quatro disciplinas, dependendo da carreira escolhida. Atenção para os locais de prova, já que a primeira e segunda fase podem não ser realizadas no mesmo local.

Além das provas de primeiras e segundas fases, os candidatos às carreiras de Música, Artes Visuais e Artes Cênicas devem fazer provas de Habilidades Específicas. Cada curso tem um calendário próprio. As provas são eliminatórias e classificatórias e serão aplicadas somente aos classificados na primeira fase.

Confira os gabaritos e provas no site do vestibular Fuvest

Os gabaritos e os cadernos de prova são divulgados no mesmo dia da avaliação, no site da Fuvest. A lista de aprovados no vestibular tem até três chamadas para ocupar as vagas em todos os cursos. Depois de três chamadas, o candidato aprovado na carreira e modalidade de concorrência e que não esteja matriculado em algum curso, poderá manifestar interesse em participar da lista de espera. O candidato que estiver na lista de espera deve ficar de olho no site da Fuvest para acompanhar as convocações para as vagas que estiverem sobrando.

Para 2020, a USP oferece 11.147 vagas em 106 carreiras de graduação. Do total, 8.317 são destinadas à seleção pelo concurso vestibular Fuvest 2020, enquanto 2.830 vagas são voltadas para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), com candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Adicionalmente, outras 113 vagas foram reservadas para estudantes brasileiros participantes de competições do conhecimento.

E você, está preparado para o vestibular Fuvest 2020? Se quiser saber sobre outros vestibulares, acompanhe nosso blog.