Bolsas de Estudo com a Nota do Enem: Perguntas Frequentes

Acesse o Vai de Bolsa e confira mais de 800 mil bolsas de estudo disponíveis, os descontos podem chegar a 100%* em cursos de graduação e pós-graduação, seja presencialmente ou na modalidade de ensino à distância – EAD. Para calcular o seu desconto, basta informar a sua nota geral e selecionar como deseja estudar.

Faça o teste e descubra em média quanto de bolsa a sua nota vale!

Não se preocupe! O Vai de Bolsa oferece outras cinco formas de ingresso que não exigem a nota do exame.

Inscreva-se gratuitamente! Em até 48 horas após a solicitação, você receberá mais informações das instituições parceiras. 

Através do nosso simulador gratuito de nota do Enem, você consegue saber quais são as suas chances em mais de 35 faculdades particulares. Faça o teste!

Como é a faculdade de Fisioterapia? Saiba todos os detalhes

A faculdade de Fisioterapia está entre as mais procuradas por estudantes que estão fazendo o vestibular ou se preparando para o Enem – Exame Nacional do Ensino Médio. E não é por menos! A profissão oferece boas oportunidades no mercado de trabalho, além de uma variedade de especialidades que dão aos fisioterapeutas a oportunidade de atuar em diversas frentes.

A formação em fisioterapia tem como base as Ciências Biológicas e da Saúde e tem como foco de estudo os movimentos humanos.

Se você gosta dessa área e tem interesse em ajudar outras pessoas a superarem suas limitações e enfrentar desafios, a fisioterapia pode ser o curso que você está buscando.

Neste artigo, saiba tudo sobre como é a faculdade de Fisioterapia, quais as principais disciplinas do curso, como é o mercado de trabalho e onde estudar. Vamos lá?

Leia também: Vantagens do EaD: vale a pena estudar a distância?

Como é a faculdade de Fisioterapia?

A faculdade de Fisioterapia possui duração média de 5 anos e oferece a habilitação em bacharelado.

A maior parte das faculdades oferecem o curso de maneira presencial. Mas já existem no mercado faculdades que oferecem essa formação em formato de ensino a distância – EaD. Nesses casos, os alunos comparecem à instituição apenas para cursar as disciplinas práticas.

Durante o curso, o aluno é capacitado a realizar atividades de atenção à saúde individual e coletiva, além de se preparar para tomar decisões eficazes, éticas e corretas.

Para isso, o aluno passa por disciplinas das áreas de anatomia, saúde pública e fisiologia, que são ministradas em aulas teóricas e práticas. Além disso, tem a oportunidade de aprender sobre diferentes áreas de atuação, tais como:

  • Pneumologia;
  • Neurologia;
  • Ortopedia;
  • Cardiologia;
  • Traumatologia; entre outras.

Durante a faculdade de Fisioterapia é exigido do aluno a participação em um estágio obrigatório, que tem duração mínima de 800 horas. Esses estágios geralmente ocorrem em clínicas, asilos, hospitais e até mesmo nas próprias faculdades.

Além disso, para conquistar o diploma, o aluno deverá realizar um Trabalho de Conclusão de Curso – TCC.

Quais as principais disciplinas da faculdade de Fisioterapia?

Como já dissemos no tópico anterior, a faculdade de Fisioterapia tem como base as áreas de anatomia, saúde pública e fisiologia. 

Confira abaixo as principais disciplinas que fazem parte da formação de um profissional durante a faculdade de Fisioterapia:

  • Aspectos morfológicos do movimento humano;       
  • Biologia celular e tecidual;       
  • Embriologia e genética;  
  • História e fundamentos da fisioterapia;
  • Linguagem corporal;       
  • Primeiros socorros;
  • Ciência, tecnologia e sociedade na saúde;        
  • Anatomia humana;
  • Fisiologia dos sistemas;
  • Processos patológicos;   
  • Bioquímica metabólica;   
  • Epidemiologia;      
  • Cinesiologia;
  • Embriologia e genética;
  • Aspectos fisiológicos do movimento humano;
  • Neuroanatomia funcional;
  • Metodologia de pesquisa em ciências da saúde;    
  • Recursos biofísicos;
  • Métodos e técnicas de avaliação funcional; 
  • Abordagem clínica geral;  
  • Epidemiologia;      
  • Cinesiologia;
  • Fisiologia do exercício;   
  • Eletroterapia;
  • Recursos terapêuticos manuais;
  • Fisioterapia aquática;      
  • Cinesioterapia;     
  • Abordagem clínica geral;  
  • Metodologia de pesquisa em ciência da saúde;
  • Aspectos biopsicossociais;
  • Fisioterapia em dermatofuncional;      
  • Métodos e abordagem fisioterapêutica em saúde coletiva;
  • Atenção fisioterapêutica em ortopedia infantil;
  • Fisioterapia baseada em evidências;
  • Aspectos sociais e inclusão;     
  • Metodologia de pesquisa em ciências da saúde;
  • Atenção fisioterapêutica em reumatologia;
  • Exames complementares;
  • Atenção fisioterapêutica em neurologia adulto;      
  • Metodologia de pesquisa em ciências da saúde;    
  • Aspectos biopsicossociais do desenvolvimento humano;
  • Fisioterapia baseada em evidências;
  • Atenção à saúde da mulher;
  • Estágio obrigatório (mínimo 800 horas);
  • TCC – Trabalho de Conclusão de Curso.

É importante lembrar que essa grade curricular pode variar dependendo da instituição de ensino escolhida pelo estudante.

Em quais áreas pode atuar um fisioterapeuta?

Durante a faculdade de Fisioterapia, o aluno realiza um profundo estudo em quatro áreas do conhecimento:

  • Ciências Biológicas e da Saúde;
  • Ciências Sociais e Humanas;
  • Conhecimentos Biotecnológicos;
  • Conhecimentos Fisioterapêuticos.

Essa capacitação habilita os futuros profissionais a atuarem tanto em áreas tradicionais, como a fisioterapia respiratória, ortopedia e traumatologia e neurologia, quanto em especialidades diversificadas, como por exemplo:

  • Acupuntura;
  • Cardiologia e pneumonia;
  • Fisioterapia aquática;
  • Fisioterapia dermatofuncional;
  • Fisioterapia esportiva;
  • Fisioterapia do trabalho;
  • Fisioterapia neurofuncional;
  • Fisioterapia em oncologia;
  • Fisioterapia respiratória;
  • Fisioterapia traumato-ortopédica;
  • Fisioterapia em osteopatia;
  • Fisioterapia em quiropraxia;
  • Fisioterapia em saúde da mulher;
  • Fisioterapia em terapia intensiva;
  • Indústria de equipamentos;
  • Saúde preventiva, entre outras.

Como é o mercado de trabalho para fisioterapeutas?

As faculdades de Fisioterapia formam profissionais preparados para atuar na prevenção e reabilitação da capacidade física e funcional de pessoas das mais diferentes idades.

De forma prática, isso significa que os fisioterapeutas estão habilitados a tratar  e prevenir doenças e lesões empregando diversas técnicas, entre as mais comuns estão a ginástica e também as massagens.

Isso tudo sem falar no diagnóstico e execução de tratamentos fisioterapêuticos relacionados a problemas causados por acidentes, má-formação e até mesmo vícios de postura.

Toda essa formação, aliada às necessidades cada vez mais urgentes de pessoas comuns ou mesmo atletas, faz da fisioterapia uma área com amplas oportunidades no mercado de trabalho.

Entre as principais áreas do mercado de trabalho para um fisioterapeuta estão os atendimentos em clínicas particulares, hospitais, consultórios, asilos, clubes esportivos, atendimento domiciliar, em empresas e instituições de ensino e pesquisa, entre outras.

Outro mercado que tem chamado muito a atenção dos fisioterapeutas são as consultorias na área, que podem ser feitas para atletas, pacientes em recuperação, ou para prevenção de alguma lesão ou doença.

Ao mesmo tempo em que o mercado oferece amplas opções de trabalho, os fisioterapeutas enfrentam muita concorrência no setor, principalmente em grandes centros urbanos. Afinal de contas, você deve se lembrar que essa é uma das faculdades mais procuradas no Brasil.

Por isso, para que um fisioterapeuta possa se destacar e conseguir boas oportunidades e melhores salários é indicado que ele busque alguma especialização.

Leia também: Alura cursos: conheça a plataforma e veja se vale a pena

Principais especializações na área de fisioterapia

Se você já é um fisioterapeuta ou quer cursar a faculdade de Fisioterapia, a melhor forma de se consolidar na profissão e conseguir bons empregos e salários é buscar por uma especialização.

No Brasil, entre as principais especializações em Fisioterapia estão:

  • Fisioterapia do trabalho;
  • Geriatria e gerontologia;
  • Fisioterapia neurofuncional;
  • Uroginecologia e obstetrícia;
  • Fisioterapia respiratória em terapia intensiva;
  • Fisioterapia ortopédica e esportiva;
  • Fisioterapia em neuropediatria e neurologia;
  • Fisioterapia oncofuncional;
  • Fisioterapia dermatofuncional.

Outra opção para esses profissionais se destacarem é realizar um MBA – Master Business Administration – na área. 

Esse tipo de formação profissional busca integrar profissionais de diferentes áreas para uma troca de experiências,além de desenvolver competências analíticas e críticas sobre o mercado.

Quanto ganha um fisioterapeuta?

No Brasil, a média salarial de um fisioterapeuta é de aproximadamente R$ 2.900. 

É válido destacar que conforme a Lei 8.856 de 01 de março de 1994, a jornada de trabalho deste profissional é de, no máximo, 30 horas semanais.

O piso salarial da categoria é definido pelo sindicado de cada Estado brasileiro. Além disso, esse valor varia conforme a formação e cargo ocupado pelo profissional.

De acordo com o site de busca de empregos Catho, a média salarial de um fisioterapeuta de acordo com o cargo ocupado é de:

  • Estagiário de fisioterapia: R$ 802;
  • Fisioterapeuta recém formado: R$ 2.050;
  • Fisioterapeuta dermato Funcional: R$ 1.934;
  • Fisioterapeuta do trabalho: R$ 2.431;
  • Fisioterapeuta esportivo: R$ 1.773;
  • Fisioterapeuta home care: R$ 1.753;
  • Fisioterapeuta neurofuncional: R$ 1.690;
  • Fisioterapeuta respiratório: R$ 2.145;
  • Fisioterapeuta RPG: R$ 1.804;
  • Fisioterapeuta hospitalar: R$ 2.198.

No país, os estados que oferecem os melhores salários para esses profissionais são Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná.

Onde cursar Fisioterapia?

Os cursos de Fisioterapia estão espalhados por diversos locais do Brasil. Mas se você quer estudar em uma das melhores faculdades de Fisioterapia, vale acompanhar o Ranking Universitário da Folha – RUF.

Em 2019, o RUF considerou como as 10 melhores faculdades de Fisioterapia:

  1. USP – Universidade de São Paulo;
  2. UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais;
  3. UNB – Universidade de Brasília;
  4. UFSCAR – Universidade de São Carlos;
  5. UNESP – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho;
  6. UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul;
  7. UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro;
  8. UFPE – Universidade Federal de Pernambuco;
  9. UFRN – Universidade Federal do Rio Grande do Norte;
  10. UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina.

Além de universidades federais, você encontra excelentes cursos de Fisioterapia em instituições privadas.

E se precisar de uma força para conseguir pagar o seu curso, acesse o Vai de Bolsa e confira as melhores dicas para conquistar uma bolsa ou um financiamento para sua Faculdade de Fisioterapia!

Faça seu pedido de bolsa!
Em quantas faculdades quiser, de uma só vez.

Negocie o seu desconto diretamente com as faculdades!

Confira os posts mais acessados do nosso Blog

Se você está procurando por conteúdo valioso e altamente acessado, não deixe de conferir esta seção.