Polícia Federal: salário, como ingressar na instituição e os cargos

Polícia federal salário

Se tornar um funcionário público é o sonho de muita gente. Afinal, o pagamento é excelente e existe uma segurança bem maior se comparado à inciativa privada. Um dos órgãos mais desejados é a Polícia Federal, em especial os cargos de agente. Já parou pra pensar no salário na Polícia Federal, ou mesmo na progressão salarial conforme o tempo? Ou ainda, qual o salário de um delegado da Polícia Federal? Ou o salário de um agente da Polícia Federal? Calma, vamos mostrar tudo isso aqui.

Saiba que, uma vez dentro da corporação, além de conseguir um excelente emprego, você pode seguir carreira e avançar profissionalmente. E, claro, ganhar muito bem. Ainda existem várias opções de vagas, não apenas agente e delegado de polícia. Qual o salário de um agente administrativo da Polícia Federal? Pois é, também há esse cargo por lá. Boa parte deles exige um diploma de graduação e ser aprovado no concurso público.

Para você ter uma ideia, em um dos últimos concursos lançados pela Polícia Federal, em 2021, para delegado, escrivão, papiloscopista e agente policial, os salários variavam de R$ 12.522 a R$ 23.692.

Com isso, vamos te mostrar o salário na Polícia Federal, como avançar a carreira lá dentro e os principais cargos, além de curiosidades como quantas horas trabalha um policial federal. Se você quer saber mais sobre esse órgão federal, continue lendo esse texto que vamos te dar todos os detalhes.

Leia também: Como ser delegado federal? Saiba todos os caminhos

O que é a Polícia Federal?

Basicamente, a Polícia Federal (PF) é a polícia do Estado Brasileiro, ou seja, atua a nível nacional em investigações criminais. Porém, além desse trabalho, ela é responsável pela segurança aeroportuária, marítima e investiga crimes de tráfico de drogas ou corrupção, por exemplo. Sabe a Lava Jato? Então, é uma operação da PF.

Além do mais, ela deve emitir passaportes, porte de arma de fogo e certidão de antecedentes criminais. Outra obrigação da instituição é emitir a carteira de identidade de cidadãos estrangeiros (CIE), assim como a carteira nacional de vigilante (CNV).

Cargos, salários da Polícia Federal e formação exigida

Antes de entender quanto ganha um profissional da PF é importante lembrar o sistema de remuneração presente na organização. Existem três classes profissionais: especial, classe 1, classe 2 e classe 3. Quem entra na instituição vai direto para a três, e pode ganhar cerca de R$ 2.500.

Conforme existem substituições, você vai progredindo na hierarquia e, consequentemente, ganhando mais, até chegar na classe especial. O salário na Polícia Federal também depende do cargo em questão. Apesar de alguns serem melhor remunerados, todos eles se destacam por serem uma quantia bem maior que um salário mínimo.

O legal é que para ingressar na Polícia Federal é possível ter formação superior em diversas áreas, a depender do cargo desejado. Ou seja, há muitas oportunidades para vários tipos de profissionais com diploma de graduação. Vamos conhecer então os principais cargos na PF e a formação necessária para consegui-los?

Agente de Polícia

Esse profissional realiza o trabalho típico de um policial. Ele faz investigações sobre possíveis infrações, lidera operações policiais e cumpre medidas de segurança, tudo a nível nacional, é claro. O salário do agente de polícia inicia em torno de R$ 12 mil, podendo chegar a R$ 18 mil na classe especial, ou até ultrapassar esse valor com o avanço da carreira.

Por essa razão, é bem difícil conseguir ser efetivado, pois milhares de pessoas tentam apenas uma vaga. Para passar no concurso, o candidato deve ter um diploma de graduação em uma universidade ou outra instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). A parte boa é que não existe uma graduação pré-determinada. Você pode ser biólogo, professor ou até mesmo engenheiro.

Escrivão da Polícia Federal

O escrivão é responsável pela parte processual dentro da PF. Ele lavra termos, autos, mandados e acompanha policiais em investigações ou outros trâmites necessários. Assim como o agente, você não precisa ter uma graduação específica para ser escrivão, mas sim um diploma de uma instituição reconhecida pelo MEC.

O salário não é diferente do agente também. Você pode iniciar ganhando R$ 12 mil e ir avançando até à classe especial, chegando aos R$ 18 mil.

Delegado

O delegado comanda a execução de investigações relacionadas a possíveis delitos, além de participar do planejamento das mesmas e de outras operações de segurança. Com isso, ele orienta os agentes e instaura os procedimentos policiais.

Diferente dos dois primeiros cargos, para ser delegado o candidato deve ter diploma registrado como Bacharel em Direito e comprovação de pelo menos três anos de atividade jurídica ou policial. Por isso, seu salário inicial ultrapassa os R$ 20 mil.  

Leia também: Delegado federal: o que faz e como seguir carreira na área

Polícia federal salário
Polícia federal salário

Perito Criminal

Com uma responsabilidade grande durante as investigações, o perito faz análises em locais onde ocorreram possíveis delitos. Assim, realiza perícias em instrumentos utilizados nos crimes, desde armas de fogo, até mesmo celulares e outros itens. Como a investigação depende muito da atuação desses profissionais, o salário também é alto, podendo ultrapassar os R$ 30 mil.

Apesar de não existir uma graduação específica, a PF pede que os candidatos estejam alinhados com algumas áreas para conseguirem se candidatar ao cargo. Formados em alguma engenharia, Sistemas de Informação, Geologia ou Medicina têm preferência na hora da escolha.

Leia também: Perito criminal: saiba o que faz, a formação e os salários

Papiloscopista

Um dos cargos que mais chama a atenção na Polícia Federal é o de papiloscopista. Esse profissional é responsável por executar, orientar, supervisionar e fiscalizar os procedimentos de coleta, revelação, levantamento e armazenamento de fragmentos e impressões papilares. Legal, não? Ou seja, sua atuação é fundamental para a investigação e elucidação de crimes, ao estudar a identificação humana pelas digitais.

A partir do trabalho dele, são realizados exames e laudos oficiais papiloscópicos e representação facial humana. Um papiloscopista tem salário inicial na Polícia Federal de R$ 12.522,50. Para trabalhar nesse campo, é preciso ter curso superior e, de preferência, formação mais voltada para a área fim do cargo.

Outros cargos dentro da Polícia Federal

  • Agente administrativo – é um cargo com atribuições de nível médio, de suporte às atividades administrativas no órgão
  • Administrador – é o profissional que supervisiona ou coordena atividades de maior grau de complexidade
  • Arquivista – organiza os arquivos de documentos da Polícia Federal, e assessora as investigações
  • Assistente social – atua junto aos servidores da Polícia Federal, em relação aos aspectos sociais
  • Contador – é responsável pela parte financeira, patrimonial, de contabilidade e auditoria dentro da Polícia Federal
  • Psicólogo – voltado às áreas de psicologia organizacional e clínica dentro da Polícia Federal

Mas como entrar na Polícia Federal?

Certamente, por concurso público. A aprovação em concurso público é a única maneira de entrar na Polícia Federal. Como comentamos acima, para se candidatar você precisa ser formado em alguma graduação. A PF também faz análise de antecedentes criminais e exige que o candidato tenha 18 anos ou mais. É bom lembrar que além dos cargos acima, a instituição oferece vagas para a área administrativa.

O concurso é dividido em etapas. Primeiro vem a prova objetiva e escrita, abordando temas da legislação brasileira e matérias relacionadas à português e matemática. Após isso vem a prova física, onde os candidatos devem passar numa série de atividades, como natação, corrida e barra fixa. Depois vem a avaliação médica e psicológica, observando a aptidão do candidato para a vaga.

Leia mais: Os 5 melhores cursos superiores para concursos públicos

Curtiu saber mais sobre o salário na Polícia Federal?

É com certeza um dos maiores sonhos de muita gente conseguir atuar em investigações criminais e ganhar um excelente salário como os que mostramos acima. Ainda assim, existem muitos desafios e concorrência para entrar na Polícia Federal.

Esse texto te ajudou? Continue lendo as produções do Vai de Bolsa e se mantenha bem informado!

Outros posts da categoria

Receba novidades por email:

Vai uma bolsa aí?