Pós-graduação Direito: veja as melhores opções para investir na sua carreira

Pòs-graduação em direito

Você sabia que existem 1,2 milhões de estudantes de direito no Brasil? Segundo o Censo da Educação Superior, é o curso com mais alunos no país. Com tanta concorrência, você deve se perguntar: como se diferenciar? Uma das opções é fazer uma pós-graduação em Direito. Pode ser uma pós-graduação em Direito Imobiliário, pós-graduação em Direito Público, pós-graduação em Direito Tributário, enfim, a área do Direito é uma das mais variadas quando o assunto é se especializar e estamos aqui para ajudar você a escolher.

Em suma, uma pós-graduação é uma formação a mais que aprofunda o conhecimento sobre uma área. Por exemplo, se você fez graduação em Direito, pode fazer uma especialização ou mestrado em Direito Civil.

De fato, esse é um modo de se diferenciar dos milhares de profissionais lançados no mercado de trabalho todo ano. Nesse contexto, seguir com os estudos é uma questão de sobrevivência. Isso cria uma vantagem em um setor do mercado. Além disso, especialistas tendem a receber financeiramente mais. Também há a possibilidade do mestrado e doutorado em Direito, para quem gosta de dar aulas na área.

É aí que vem a dúvida sobre a pós. Quando falamos em pós-graduação em Direito: qual escolher? Você conhece, por exemplo, a pós-graduação em Direito Digital? E a pós-graduação em Direito Empresarial? Qual a melhor pós-graduação em Direito? Esse texto vai te ajudar com essa dúvida cruel.

Leia também: Como estudar online: conheça 4 métodos eficientes!

Qual tipo de pós-graduação Direito escolher?

Antes de partir para qual pós-graduação em Direito escolher, é importante ver qual tipo de pós-graduação é melhor para você. São, basicamente, dois tipos:

  • Stricto sensu: Cursos de mestrado e doutorado. Esse tipo é mais focado na pesquisa e concede o grau de mestre ou doutor. Tende a aumentar a remuneração, mas não é centrado no mercado de trabalho;
  • Latu sensu: Especializações e aperfeiçoamentos. Seu foco é o mercado de trabalho, não envolve fazer uma pesquisa. Em geral, são as mais procuradas, então vamos focar nelas neste artigo.

O dois tipos de pós-graduação vão te ajudar no mercado e agregar valor ao seu currículo. No entanto, se você quer mais chances no curto/médio prazo, a especialização é uma melhor opção.

Este tópico é só um guia curto, que não aborda todos os detalhes do tema. Se você quer saber mais sobre os tipos de pós-graduação temos um post aqui no blog explicando isso em detalhes.

Mestrado e doutorado em Direito

Como falamos, é possível fazer um curso de mestrado e doutorado em Direito. Neste caso, os cursos stricto sensu são mais indicados para quem deseja seguir a carreira acadêmica e a área de pesquisa científica. Ou seja, se você gosta de dar aulas nesse campo do conhecimento, o indicado é fazer um mestrado e, em seguida, um doutorado em Direito.

Pós-graduação Direito EAD: posso fazer?

A pós-graduação Direito EAD existe e é bastante procurada. Isso porque é prático e econômico. Afinal, as mensalidades são mais baratas e você estuda de casa. No entanto, é preciso prestar bastante atenção na qualidade do ensino. Nem todas as instituições oferecem o melhor em termos de recursos pedagógicos e docentes.

Além disso, é preciso verificar se o curso é reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Pós-graduação Direito: as mais procuradas

Agora que você já sabe qual tipo de pós-graduação se encaixa, precisa decidir qual área vai se especializar. De fato, essa escolha é importante, pois você vai investir tempo e dinheiro nos estudos. Então, como decidir?

Em primeiro lugar, pode vir seu interesse e experiência. Afinal, se você já trabalha em alguma área, é mais provável que uma especialização leve a novas oportunidades. Outra coisa que conta é o mercado. Isso é: quais especializações dão mais vagas e dinheiro. Se especializar em uma área que cresce é como comprar um terreno em uma região que se valoriza.

Então, vamos listar aqui algumas das pós em direito mais procuradas – pelos estudantes e pelo mercado.

1 – Pós em Direito Digital

As Tecnologias da Informação afetaram todas as atividades. Logo, o Direito também precisa se adaptar. Assim, na pós-graduação em Direito Digital você vai estudar isso: a relação entre o Direito e essas tecnologias.

Entre os conteúdos podemos citar exemplos como o Marco Civil da Internet, as novidades em termos da noção de privacidade, redes sociais e similares. Além disso, há o fenômeno das lawtechs – programas feitos sob medida para a atividade jurídica. A internet não para de crescer e, portanto, essa pós também não.

2 – Pós em Direito Previdenciário

Essa área está em alta devido às recentes mudanças na área previdenciária. Dessa forma, se você quer morder essa fatia do mercado, a pós-graduação em Direito Previdenciário é uma boa pedida.

Ela aborda as normas jurídicas que regem a concessão de benefícios e suas implicações. Isto é: como empresas previdenciárias podem atuar, como as regras incidem na gestão, tributação, entre outros.

3 – Pós em Direito Imobiliário

Com altos salários e público cativo, esse setor da economia está sempre em alta. Afinal, todo mundo precisa de casa. Da mesma forma, são vários os problemas jurídicos relacionados a propriedades de imóveis.

Nessa pós-graduação, você vai estudar a fundo os conceitos relativos à posse e propriedade, a legislação brasileira e suas implicações.

4 – Pós em Direito Penal ou Ciências Criminais

O curso de pós-graduação em Direito Penal, ou Ciências Criminais, aborda o Direito Penal e o Direito Processual Penal. Abrange disciplinas como Teoria Geral do Delito, Teoria das Consequências Jurídicas do Crime, as bases históricas, entre outras cadeiras.

É voltado para bacharéis e advogados, principalmente aqueles que já atuam na área. Ou seja: procuradores, defensores públicos, juízes, promotores, delegados e auditores fiscais.

5 – Pós-graduação Direito Tributário e Processual Tributário

Esse curso de pós em Direito aprofunda os estudos em legislações tributárias internacionais, municipais, estaduais e federais. É uma área cuja jurisprudência é constantemente atualizada, o que exige estar atento às regulamentações.

O Direito Tributário pede que o advogado esteja ciente de todas as novas regras que surgem quase todo dia. Isso é cada vez mais vital para empresas, pois planejar os impostos é questão de sobrevivência. Assim, o advogado com essa especialização é um profissional em alta.

6 – Pós em Direito Eleitoral

É a área ideal para o bacharel em Direito que tem afinidade com a área de campanhas políticas. Durante o período eleitoral, o profissional de Direto pode atuar na assessoria jurídica.

Envolve entendimento, por exemplo, dos prazos legais de uma campanha, do que pode e o que não pode em termos de propaganda de um candidato. Aborda também temas como normas de utilização de material de campanha, etc.

7 – Pós em Direito Ambiental

Voltado aos graduados em Direto que já atuam ou pretendem ingressar na área das leis ambientais. O campo de trabalho é aberto em entidades públicas, privadas e do terceiro setor com atividade de defesa e proteção do meio ambiente.

Nessa área, o profissional pode se envolver com licenças ambientais de obras, por exemplo. Ou ainda prestar assessoria para construtoras.

8 – Pós em Direitos Humanos

É uma área que trabalha com leis voltadas para a garantia dos direitos básicos. Nessa linha, há leis que abordam o direto de crianças, de adolescentes, idosos, apenados, entre outros. Aborda questões de direitos individuais e coletivos, com reflexos no direito internacional.

É uma área que dialoga muito com o terceiro setor. Pense em organizações como a Anistia Internacional ou o Observatório dos Direitos Humanos.

9 – Pós em Direito Constitucional

Uma pós em Direito Constitucional vai estudar sobre o funcionamento e a legislação dos três poderes. Essa especialização é voltada para profissionais que atuam com Direito Público e Privado, com base no sistema constitucional brasileiro.

É uma pós direcionada a servidores públicos, defensores públicos, promotores, magistrados e demais interessados.

Leia também: 4 séries de Direito para assistir na Netflix

10 – Pós-graduação Direito Civil

A pós-graduação em Direito Civil aborda as leis que regram as relações entre as pessoas. Ou seja, relações como casamento, divórcio, herança, filiação e outras questões do tipo.

Em resumo, é uma área com muitos empregos por conta do volume de processos. É só parar para pensar: quem você conhece que não passou por algumas dessas situações? O mercado é imenso!

11 – Pós-graduação Direito Administrativo

Voltada para assuntos ligados aos entes da administração pública. Isso inclui coisas como prefeituras, órgãos do executivo, do legislativo e do judiciário.

Aprofunda legislações para entendimento de processos, licitações, contratos, gestão patrimonial, fazendária e de responsabilidade civil do Estado.

Leia também: O que faz um desembargador: conheça a carreira cobiçada por quem faz Direito

12 – Pós em Direito do Trabalho

Atuar nas questões trabalhistas ligadas a empresas e organismos públicos também é um mercado muito forte e promissor. Isso porque cada vez mais pessoas estão buscando seus direitos dentro das relações trabalhistas e, por outro lado, as empresas também buscam resguardo legal nessa hora.

Nesse sentido, um profissional da área pode atuar nos dois lados da moeda, ou seja, em defesa de funcionários que sintam-se lesados em alguma situação, ou dentro das empresas e organizações. Por essa razão, é uma pós-graduação muito requisitada.

13 – Pós em Direito Público

A pós-graduação em Direito Público é muito procurada por quem atua nos âmbitos municipais, estaduais e federais, tanto no legislativo, quanto no executivo e no judiciário. É um curso que aprofunda as leis no campo constitucional, administrativo e tributário dentro da área pública. Dessa forma, o profissional será atualizado das leis e jurisprudências para aplicação no seu dia a dia de trabalho.

Essa pós-graduação tem ganhado ênfase entre as demais por conta das mudanças da administração pública, que está cada vez mais profissional, muito por conta das cobranças da própria sociedade. Portanto, é uma pós-graduação imprescindível para profissionais do Direito que atuam nessa área.

14 – Pós-graduação em Direito Internacional

O Direito Internacional também é uma das áreas em alta atualmente, ainda mais com o cenário externo de conflito entre países. Essa pós-graduação aprofunda os estudos e conhecimento de tratados e regulamentações internacionais, na busca de justiça ou segurança jurídica em acordos comerciais, por exemplo, ou na preservação dos Direitos Humanos.

Outras opções interessantes de pós-graduação Direito

Como falamos anteriormente, a pós-graduação em Direito é uma das áreas com maior amplitude de possibilidades para os profissionais. Confira outros campos de conhecimento atrativos, como a pós-graduação em Direito da Família e a pós-graduação em Direito do Trabalho, além da pós de Português Jurídico e o MBA em Planejamento Tributário.

Leia também: Áreas do Direito: descubra quais são e como atuar em cada uma delas

Pós-graduação Direito: encontrou a sua?

E aí, achou a pós perfeita para você? Se não, não desanime, pois existem outras áreas e também outras formas de obter um diferencial. Caso tenha conseguido, é bom já começar a escolher rápido, porque essa é a velocidade do mercado.

Não deixe de conferir também nosso post sobre livros de direito. Afinal, a leitura é mais um jeito de se qualificar. Nós também temos um post sobre as áreas do direito, que pode ajudar quem se formou recentemente.

Outra dica é procurar instituições de ensino de referência que oferecem pós-graduação em Direito, como a Estácio, por exemplo, com diversas opções citadas neste texto.

Se você quer mais informações sobre mercado de trabalho, carreira e educação, continue lendo o blog. Temos textos resolvendo todo tipo de dúvida!

Outros posts da categoria

Receba novidades por email:

Vai uma bolsa aí?