Bolsas de Estudo com a Nota do Enem: Perguntas Frequentes

Acesse o Vai de Bolsa e confira mais de 800 mil bolsas de estudo disponíveis, os descontos podem chegar a 100%* em cursos de graduação e pós-graduação, seja presencialmente ou na modalidade de ensino à distância – EAD. Para calcular o seu desconto, basta informar a sua nota geral e selecionar como deseja estudar.

Faça o teste e descubra em média quanto de bolsa a sua nota vale!

Não se preocupe! O Vai de Bolsa oferece outras cinco formas de ingresso que não exigem a nota do exame.

Inscreva-se gratuitamente! Em até 48 horas após a solicitação, você receberá mais informações das instituições parceiras. 

Através do nosso simulador gratuito de nota do Enem, você consegue saber quais são as suas chances em mais de 35 faculdades particulares. Faça o teste!

Veja como é o curso de Engenharia Mecânica


Muitas pessoas acham que engenheiro mecânico só pode trabalhar na indústria automobilística. Porém, as competências dessa área vão muito além disso. Para saber realmente como é o curso de Engenharia Mecânica e acabar com os mitos dessa profissão, continue lendo este texto.

Esse profissional está envolvido na produção de diversos produtos usados no dia a dia. Em geral, são máquinas, veículos e outras ferramentas voltadas para a indústria.

Do aparelho de ar condicionado, passando por carros, aviões e até radares meteorológicos. O engenheiro mecânico participa diretamente do projeto, desenvolvimento, produção, supervisão da elaboração e manutenção desses equipamentos.

A profissão de engenheiro mecânico é bastante valorizada porque é vista como fundamental para o desenvolvimento econômico do país.

Nos próximos parágrafos, você vai ter acesso a mais informações sobre mercado de trabalho, média salarial, rotina e detalhes de como é o curso de Engenharia Mecânica.

Como é o curso de Engenharia Mecânica?

Da mesma maneira que todos os engenheiros, será preciso ter domínio na área de exatas. Ter conhecimento em pelo menos uma língua estrangeira também é importante.

Segundado dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) coletados no ano de 2017, há 189 cursos de Engenharia Mecânica no país.

O engenheiro mecânico projeta máquinas. Mas ele projeta máquinas para diferentes áreas, inclusive para a construção civil, usinas de energia, indústria de alimentos e muitas outras. Por essa razão, esse profissional acaba tendo um entendimento de outros ramos da engenharia.

Grade curricular

E se você já está imaginando que logo vai ver a criação e manutenção de máquinas, saiba que isso só ocorre a partir do terceiro ano. A duração completa do curso é de 5 anos. Seguindo as diretrizes curriculares do Ministério da Educação (MEC), nesse início o foco está em disciplinas básicas. Isso significa muita matemática e física.

A partir do terceiro ano é que o estudante de Engenharia Mecânica vai começar a ter disciplinas como processo de fabricação, motores e combustão, elementos de máquinas e mecânica dos fluidos.

Além disso, alguns estudantes gostam de ressaltar a constante busca do engenheiro pelo aperfeiçoamento e otimização. Com isso, a preocupação com a sustentabilidade é um aspecto que também deve fazer parte da rotina desse profissional.

Estágio

Tanto o estágio, quanto o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) são obrigatórios para a completar o bacharelado. Lembrando que o aluno deverá comprovar no mínimo 160 horas de estágio.

A supervisão e fiscalização dessa atividade é da faculdade ou universidade de Engenharia Mecânica escolhida. O estudante também deverá entregar relatórios técnicos e de acompanhamento no decorrer do estágio.

Posso fazer curso de Engenharia Mecânica a distância?

Sim. Há instituições de ensino que oferecem o curso na modalidade Ead, ou seja, a distância. Antes de tomar sua decisão, pesquise as melhores faculdades, confira a grade curricular para saber como é o curso de Engenharia Mecânica naquele local de ensino.

Todos os centros devem seguir as diretrizes do MEC, ou seja, as informações que já foram dadas aqui no texto. Contudo, a forma como cada instituição oferece a formação pode mudar. Por exemplo, algumas alternam os semestres. A Estácio, oferece as duas modalidades de ensino: a distância e presencial. Veja aqui de que forma a instituição divide a grade curricular do curso.

Mercado de Trabalho

Como citado no início do texto, a área de atuação do engenheiro mecânico vai muito além dos carros. Esse profissional possui capacidade para trabalhar em diversas lugares e em funções tanto de criação, quanto de coordenação e supervisão.

Ele pode buscar colocação no mercado de trabalho em indústrias automobilística, metalúrgica, aeronáutica, têxtil, eletroeletrônica, petroquímica de refrigeração e de geração de energia.

Rotina do engenheiro mecânico

No dia a dia, é essencial que esse profissional seja observador e detalhista. Afinal, além de projetar, ele também supervisiona, lembra?

Assim, precisará ficar atento à qualidade da produção em andamento. A identificação de erros faz parte dos testes que serão feitos com cada equipamento. A responsabilidade e a iniciativa também devem estar presentes pelo mesmo motivo.

O olhar do engenheiro não deve ir apenas para as máquinas funcionando. Deve ir também para seus colegas de trabalho. Um dos cargos que engenheiros mecânicos também costumam assumir é o de gestor de equipes.

Outra questão é que ao sair da faculdade ou universidade, tenha certeza que mesmo com toda a base técnica que terá, seu aprendizado será constante.

As formas de calcular permanecerão as mesmas, mas as ferramentas e métodos da profissão evoluem com o avanço da tecnologia. Sendo assim, independentemente do cargo que você assumir, esteja sempre em busca de atualização.

Vale ressaltar que para exercer a profissão de engenheiro mecânico, será preciso obter registro junto ao Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA) do seu Estado.

Média salarial

A média salarial de um engenheiro mecânico é entre R$ 5.700 e R$ 9.050 reais. Porém, esse valor pode sofrer muitas variações. Tudo vai depender do tipo, porte e região de localização da empresa.

Por lei, o salário-base para todos as pessoas formadas em engenharia ou arquitetura é de 6 vezes o salário mínimo vigente por 6 horas de trabalho por dia. Para cada hora a mais é previsto adicional de 25%.

Na prática, o valor pode ser menor. Principalmente se o recém-formado tiver a carteira assinada como auxiliar ou analista de Engenharia Mecânica. Sendo assim, o valor do vencimento fica em torno dos R$ 3 mil.

Por causa dessas possibilidades é que um profissional preparado e preocupado em se atualizar, busca fazer algum tipo de especialização. Como isso é um diferencial, esse foco de competência também pode ajudar na conquista do primeiro emprego.

Quais as especializações possíveis no curso de Engenharia Mecânica?

Existem dois tipos principais de especializações que você pode fazer após concluir o curso de Engenharia Mecânica, a Lato Sensu e a Stricto Sensu. Ambas são válidas e a escolha por uma ou outra vai depender dos seus objetivos na carreira.

A Stricto Sensu é indicada para profissionais que desejam seguir na área de pesquisa e ensino, ou seja, na área acadêmica. Ela pode ser um mestrado ou doutorado.

A Lato Sensu é uma boa opção para quem deseja se aprofundar em uma área vista de forma superficial na faculdade ou até que você nem tenha visto na grade curricular. A escolha do que estudar é sua.

No caso do curso de Engenharia Mecânica, você pode pegar o diploma e depois decidir se especializar em Automação, por exemplo.

Confira mais1 sobre esse e outros exemplos de especializações

  • Metrologia e Instrumentação –  Como o próprio nome já diz, com essa especialização você vai se preocupar com o uso de instrumentos de medidas e medições realizadas tanto na indústria quando na área de pesquisa.
  • Engenharia de Manutenção – O ideal é que as peças funcionem perfeitamente e nada atrapalhe o fluxo de produção. No entanto, esse mundo ideal só pode ser alcançado quando as máquinas são avaliadas regularmente por alguém capaz de consertá-las e é aí que entra o engenheiro mecânico com especialização em engenharia de manutenção.
  • Projeto de Sistemas Mecânicos – Aqui você vai aprender a desenvolver produtos da forma mais otimizada possível. Com mais agilidade e custo-benefício ideal.
  • Automação – Com essa especialização você vai se dedicar à automatização de processos na indústria. Pensando no setor automobilístico, o engenheiro mecânico com essa especialidade também trataria de outros componentes da fabricação do carro, como o sistema de estabilidade, por exemplo. Para saber mais sobre essa área, acesse este outro blog post e veja como é o curso de Engenharia da Automação.

Você já sabe como é o curso de Engenharia Mecânica, agora é com você! Se você está em dúvida sobre qual engenharia seguir, leia este artigo e veja como funcionam as principais áreas.

Conte com a ajuda aqui do blog Vai de Bolsa. Continue nos acompanhando, comente e compartilhe este texto com os seus amigos. Até a próxima!

?

 

Faça seu pedido de bolsa!
Em quantas faculdades quiser, de uma só vez.

Negocie o seu desconto diretamente com as faculdades!

Confira os posts mais acessados do nosso Blog

Se você está procurando por conteúdo valioso e altamente acessado, não deixe de conferir esta seção.