Ganhar bolsa estudos do governo: conheça 3 formas diferentes

Para conquistar o sonho de ingressar em uma universidade, muitas pessoas optam pelo caminho de ganhar uma bolsa de estudos do governo. Afinal, existem diversos programas voltados para abrir as portas do mercado de educação para os brasileiros. Essas bolsas que são oferecidas pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Educação (MEC), podem ser muito vantajosas, pois possibilitam que as pessoas tenham acesso às universidades sem precisar comprometer o seu orçamento.

Vale destacar ainda que essas bolsas contribuem diretamente com o equilíbrio financeiro dos estudantes, principalmente porque a maioria dos programas são voltados para pessoas de baixa renda.

Se você tem vontade de ganhar uma bolsa de estudos do governo mas não sabe de qual maneira, continue a leitura deste texto que o Vai de Bolsa elaborou sobre o assunto.

Leia também: Esportes universitários ajudam na conquista de bolsas de estudo

Principais programas de bolsa de estudos do governo

No Brasil, existem três programas do Governo Federal que são considerados como principais e mais abrangentes. Em seguida, veja quais são eles:

Prouni

Um dos programas mais conhecidos pelas pessoas que querem começar uma graduação com uma bolsa do governo é o Programa Universidade para Todos (Prouni). Esse programa pode conceder aos seus inscritos bolsas parciais e integrais do valor da mensalidade em universidades particulares.

Entre os critérios para participação no programa estão:

  • Não ter nenhum diploma de nível superior;
  • Ter obtido uma nota média de 450 pontos no Enem;
  • Não ter zerado a redação do Enem;
  • Ter uma renda bruta familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa para bolsas integrais e até 3 salários mínimos para bolsas parciais de 50%.

Nesse sentido, para conseguir se inscrever no programa é obrigatório realizar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em sua última edição.

Além disso, o candidato tem que se enquadrar algum dos critérios elencados abaixo:

  • Ter estudado em uma escola pública durante todo o ensino médio;
  • Ser portador de alguma deficiência (PcD);
  • Ser professor da rede pública de ensino;
  • Ter feito o ensino médio completo em escola particular, entretanto como bolsista integral;
  • Ter estudado parcialmente em escola pública e em escola particular, porém como bolsista integral.

A inscrição do Prouni deve ser realizada exclusivamente pela internet, no site do programa. As inscrições abrem duas vezes por ano e não é necessário pagar para participar.

Você também pode gostar de ler: Conheça as 5 melhores faculdades de Direito do Brasil

Fies

Outra forma que as pessoas têm de conseguir ganhar bolsa de estudos do governo é por meio do Fies, um programa que também é gerido pelo Ministério da Educação (MEC) e tem como intuito realizar o financiamento do curso superior.

Nesse sentido, o estudante não precisaria arcar com as mensalidades do curso enquanto estuda, e pode pagar somente alguns anos depois de concluir a graduação. Ou seja, uma boa alternativa para conseguir uma oportunidade no mercado de trabalho e só depois começar a pagar os estudos.

Uma das principais vantagens de financiar o curso com o Fies é que as taxas de juros podem chegar a zero. Entretanto, há alguns custos com a manutenção do contrato e outras taxas.

Para conseguir se inscrever nesse programa de financiamento é necessário:

  • Ter realizado o Enem em alguma edição a partir de 2010;
  • Conseguido uma nota de pelo menos 450 pontos nas provas e não ter zerado a redação;
  • Além disso, ter uma renda brutra familiar de no máximo 3 salários mínimos por pessoa.

A inscrição para o Fies fica disponível no site oficial do programa e não há nenhum tipo de cobrança financeira.

Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) também é um programa do Governo Federal que permite que as pessoas que realizaram o Enem ingressem em faculdades públicas, por meio da nota que obtiveram no exame. Para isso, há uma seleção de acordo com as vagas disponíveis em todo o Brasil e as notas das pessoas que se inscreveram.

Nesse caso, o único critério de participação é ter feito o Enem em sua última edição e não zerar a nota da redação. Para se inscrever basta acessar o site oficial do programa.

Não deixe de conferir: Bolsas e ajuda de custos que podem lhe ajudar na faculdade

Quem pode participar dos programas de bolsa de estudos do governo?

Assim como destacado acima, cada programa do governo possui suas particularidades em relação aos critérios de participação. Portanto, para escolher o ideal para você basta analisar se está dentro dos requisitos.

Saiba mais: Como ganhar bolsa de estudos em 5 passos. Veja aqui!

Por fim, para saber mais informações e oportunidades do mercado de educação, acesse regularmente o blog Vai de Bolsa. Nele você acompanha os melhores conteúdos para iniciar o curso dos seus sonhos!

Outros posts da categoria

Receba novidades por email:

Vai uma bolsa aí?