Como fazer uma boa redação: confira dicas para arrasar nos textos

Não quero fazer faculdade

Desenvolver uma boa redação pode ser um divisor de águas na conquista de uma vaga em uma instituição de ensino superior. Afinal, os vestibulares levam a produção textual muito em conta. Nela, dá de perceber sua capacidade argumentativa e bom conhecimento de gramática. Produzir um bom texto é importante demais! Por isso é comum nos perguntarmos: como fazer uma boa redação?

Engana-se quem acha que escrever e se expressar bem é o suficiente. Você precisa desenvolver várias competências, ter uma boa memória e concentração. É necessário uma base em conhecimentos relevantes e ter a capacidade de escrever sobre eles com propriedade.

No fim, fazer uma boa redação depende de muita coisa. Mas calma que nós vamos te ajudar. Abaixo, separamos um guia mostrando como produzir um texto incrível, além de dicas bem legais. Confira!

Leia mais: Como fazer uma redação dissertativa em 3 passos simples

Como fazer uma boa redação: principais requisitos

Antes de entrarmos nos itens específicos, precisamos te falar como funciona a redação nos principais vestibulares do Brasil, incluindo o Enem. Via de regra, os avaliadores exigem um texto dissertativo-argumentativo. Ou seja, você vai falar sobre um tema específico e desenvolver um ponto de vista a partir dele usando argumentos e, por vezes, opiniões.

Como dá de perceber, para conseguir tirar uma nota boa, o aluno deve ter a capacidade de falar sobre um assunto com propriedade. Mas, além disso, deve saber conectar ideias e conceitos e ter um bom conhecimento em gramática. No fim, tudo isso pesa na hora da avaliação.

Uma das principais características da redação de vestibular é a base “introdução, desenvolvimento e conclusão”. Com isso, se seguir essa linha vai ficar bem mais fácil de obter êxito no vestibular.

Passo a passo para uma boa redação

Ok, já entendemos como funciona a redação, agora vamos ao passo a passo:

1 – Leia a proposta com cuidado

Um erro bem comum nas provas é desviar do assunto proposto no enunciado. Isto pode custar caro ao receber a nota, então todo cuidado é pouco. Por isso, ao se deparar com o tema, leia atentamente a proposição e certifique-se de que conseguiu identificar qual a discussão.

Além do mais, é comum as provas darem um material de apoio, seja um texto, uma reportagem ou até mesmo uma história em quadrinhos. Leia com atenção este material e, se possível, utilize informações dele para escrever algo legal.

2 – Anote ideias sobre o tema

Esta é uma técnica bastante usada por escritores. Depois de identificar o tema é importante colocar no papel quais assuntos você pode discutir a partir dele. Fazer isso ajuda a organizar os pensamentos e conectar um conceito ao outro. Organização é a chave no texto dissertativo-argumentativo.

Uma dica é fazer perguntas sobre o tema e ir respondendo. Por exemplo:

  • Qual o tema?
  • Por que ele ocorre?
  • Como se dá esse cenário?
  • Desde quando ele ocorre?
  • O que pode ser feito para resolver ou diminuir?

Ao responder tais questões, o aluno consegue enxergar o cenário de forma mais ampla e desenvolver os argumentos a partir daí.

3 – Organize o texto

Lembra da “introdução, desenvolvimento e conclusão”? Aqui você põe a mão na massa.

  • Introdução: contextualize a ideia principal. Deixe claro sobre qual assunto a pessoa vai ler.
  • Desenvolvimento: aqui você vai apresentar seus argumentos. Tenha pelo menos três pontos a destacar e dedique um parágrafo para cada.
  • Conclusão: para o fim do texto, você deve retomar o tema iniciado na introdução e encerrar o debate. No Enem, por exemplo, precisa fazer uma proposta de intervenção, apresentando uma “solução” pra situação.

4 – Escreva primeiro uma base no rascunho

Pronto, você esquematizou o texto. Agora precisa desenvolver a escrita. Faça primeiro no rascunho e passe para o papel oficial. A ideia aqui é errar e acertar mesmo, mas vá seguindo a estrutura definida anteriormente. Construa os parágrafos e termine com a conclusão.

5 – Revise com atenção

Depois de escrever, revise cada ponto e veja se você conseguiu conectar as temáticas de forma coesa. Não pule de um tema para o outro, ache uma forma de ligar os argumentos. Assim, o revisor vai perceber como você consegue criar ideias e interliga-las.

No fim, fique atento também à gramática, ela tem seu grau de importância aqui. Com tudo isso, dá de fazer um texto bacana.   

Dicas extras de como fazer uma boa redação

1 – Leia atualidades

Você não sabe qual será o tema da redação antes de fazer a prova. Por isso, não esqueça de se manter informado sobre os principais assuntos no mundo. Leia jornais e revistas e acesse com frequência portais de notícias. Uma dica legal é seguir perfis de jornais ou jornalistas em redes sociais. Lá sempre tem uma discussão importante.

2 – Escreva de forma simples

A ideia de fazer uma boa redação é que ela precisa ser bem desenvolvida. Isso não significa usar um monte de palavras rebuscadas ou frases gigantes. Seja conciso, breve e termine seus argumentos de forma objetiva.

3 – Treine

Isso é uma dica para conseguir fazer qualquer coisa bem: pratique. Veja temas de provas anteriores e faça textos sobre elas, seguindo o passo a passo anterior. Além disso, veja quais são os assuntos mais discutidos no Brasil e no mundo e escreva sobre eles.

Leia também: Tipos de redação: conheça os 5 principais tipos e saiba como escrevê-los

Entendeu como fazer uma boa redação?

Agora é estudar e colocar as ideias no papel. Precisa de mais dicas sobre educação e vestibulares? Continua lendo o blog do Vai de Bolsa.

Outros posts da categoria

Receba novidades por email:

Vai uma bolsa aí?