Bolsas de Estudo com a Nota do Enem: Perguntas Frequentes

Acesse o Vai de Bolsa e confira mais de 800 mil bolsas de estudo disponíveis, os descontos podem chegar a 100%* em cursos de graduação e pós-graduação, seja presencialmente ou na modalidade de ensino à distância – EAD. Para calcular o seu desconto, basta informar a sua nota geral e selecionar como deseja estudar.

Faça o teste e descubra em média quanto de bolsa a sua nota vale!

Não se preocupe! O Vai de Bolsa oferece outras cinco formas de ingresso que não exigem a nota do exame.

Inscreva-se gratuitamente! Em até 48 horas após a solicitação, você receberá mais informações das instituições parceiras. 

Através do nosso simulador gratuito de nota do Enem, você consegue saber quais são as suas chances em mais de 35 faculdades particulares. Faça o teste!

Como se tornar um astronauta? Sim, é possível!

Você é apaixonado por ficção científica? Sempre sonhou com viagens espaciais mas só as viu em filmes? Esse é um sonho que é difícil de ser alcançado, mas como o céu não é o limite, talvez seja interessante saber como se tornar um astronauta. Como qualquer outra profissão, será preciso fazer um curso de formação e enfrentar longas horas de estudos. Há muito de ciências exatas, engenharias, entre outras áreas. Apesar disso, sim, é possível tornar-se um astronauta e vamos dizer como fazer. Confira a seguir mais sobre essa profissão, o que faz esse profissional tão relevante para o avanço tecnológico da ciência moderna e descubra como trabalhar nesse campo e chegar lá.

Como se tornar um astronauta

Para se tornar um astronauta, antes de tudo, é preciso não ter nenhum tipo de fobia, como: acrofobia (medo de altura) ou claustrofobia (medo de lugares fechados), por exemplo. Além disso, é preciso estar com a saúde em dia e ter uma aptidão física exemplar, pois essa carreira exige muito do corpo. Com essas condições em dia, já é possível pensar em exercer a profissão de astronauta. Para isso, você deve ter afinidades com as ciências exatas. A área das ciências aeronáuticas pode ser uma boa opção para começar a trilhar o caminho, ou também as ciências biológicas, pois essas são as áreas que são exigidas para que se trabalhe como astronauta. De acordo com a Nasa (National Aeronautics and Space Administration ou Administração Nacional do Espaço e da Aeronáutica, em português), para ser astronauta é preciso ter bacharelado nas seguintes áreas: engenharia, ciências biológicas, ciências físicas, ciências da computação ou matemática. Além disso, é preciso ter experiência relacionada com esse campo, nesse caso, ter experiência como piloto de aviões a jato e somar mil horas de voo. Para candidatar-se ao cargo de astronauta na Nasa, é exigido que seja um cidadão norte-americano civil ou militar. Além disso, o candidato deve preencher um formulário, que é encontrado no site da Nasa e enviá-lo à agencia espacial americana, pois ela aceita solicitações frequentemente.

Como funciona a seleção para a Nasa

Após o preenchimento e envio do formulário, a Nasa seleciona os pedidos e solicita que os candidatos compareçam na agência para a permanência de uma semana, para a realização de diversos testes e exames rigorosos. Esses exames servem para atestar se o candidato está apto ou não para exercer o cargo de astronauta. Além dessas baterias de testes, os processos de seleção envolvem várias entrevistas pessoais, psicológicas e de orientação, por exemplo. Após a sabatina de testes, o candidato é avaliado quanto ao seu desempenho e se tiver sorte, será aceito como um candidato a astronauta. Para quem não é cidadão norte-americano, os Estados Unidos costumam firmar parcerias e acordos com outros países que possuem agências espacias. Nesse sentido, há agências espaciais na Europa, no Japão, na Rússia, no Canadá, na China e também no Brasil. Existem 3 tipos de astronautas no programa espacial dos Estados Unidos. Veja quais são:
  • Comandante ou piloto;
  • Especialista em missões ou especialista em carga.

Como funciona a rotina de treinamento de astronauta da Nasa

O tempo de treinamento dura uma média de 2 anos. Durante esse tempo, o candidato a astronauta passará por diversos testes físicos como nadar em uma piscina com os trajes espaciais, aulas em simuladores, aulas de ciência básica (matemática, astronomia, física, geologia, meteorologia, oceanografia) e de tecnologia. Além disso, receberá treinamento sobre os sistemas do ônibus espacial, técnicas de sobrevivência, entre outras. Boa parte do tempo do curso é voltado a trabalhos técnicos e administrativos sobre os projetos espaciais e outra parte em preparação para uma futura viagem espacial. Após o período de treinamento, o candidato poderá ser selecionado para preencher a vaga de astronauta e continuar com as rotinas de estudos e treinamento. Desse modo, a carreira de um astronauta é uma rotina perpétua de estudos e treinamentos.

O que faz um astronauta

A grosso modo, esse é o profissional que faz a exploração humana no espaço. O que não é imaginado é que a maior parte do trabalho de um astronauta é feito em terra, e nem todos que são astronautas já foram ao espaço. Desse modo, a rotina desse profissional é de constante pesquisas e treinamentos físicos. Além disso, a Nasa, que é a maior e mais conhecida agência do mundo, trabalha em parceria com diversos países e agências, fornecendo estatísticas e estudos sobre a terra. Muito se engana quem pensa que um astronauta ao terminar o curso começará a embarcar nas viagens espaciais. Marcos Pontes, o famoso astronauta brasileiro, por exemplo, concluiu o curso em 2000 e participou de sua primeira missão espacial no ano de 2006. Portanto, a preparação para ser astronauta é bastante trabalhosa e demorada, desse modo, a paciência deve ser uma motivação para quem deseja essa profissão.

Onde fazer um curso para se tornar astronauta

Embora o Brasil não realize nenhum tipo de expedição espacial ou tenha alguma estação em órbita, é um grande lançador de satélites e desenvolve projetos em conjunto com a própria Nasa. Infelizmente, no país não existe nenhuma academia que forma astronautas. Mas embora o país não forme esse tipo de profissional, existe uma agência designada ao espaço, que faz parte do Ministério da Tecnologia, ela se chama Agência Espacial Brasileira (AEB). Essa agência costuma desenvolver vários projetos do segmentos espaciais, como observação, tecnologia de satélites, entre outras. Portanto, é importante para o segmento espacial brasileiro, que vem crescendo nas últimas décadas através da promoção de diversos fóruns destinados a esse assunto. Embora a Nasa seja a maior e mais conhecida agência no mundo existem as outras, que foram citadas nos tópicos anteriores, e cada uma delas tem exigências próprias para seleção de candidatos. Portanto, é interessante conferir no site de cada uma qual tem a melhor forma de ingresso.

O perfil para quem deseja ser astronauta

Para quem deseja ingressar nessa carreira, é primordial ter paixão pelo estudo constante. É preciso mais do que gostar de estudar, mas sim entender que essa á uma vocação perpétua na vida de um astronauta. Além disso, é preciso ter muito apreço pelas ciências exatas e biológicas, pois essas são as disciplinas essenciais para essa profissão. Junto com essas disciplinas, é preciso ter admiração por tecnologias do porte da robótica e computação, pois essas fornecem as ferramentas necessárias para a exploração espacial. Ao reunir todas essas competências, é preciso lembrar que é fundamental estar com a saúde em dia. Vale lembrar que a rotina de um astronauta envolve muita atividade física. Portanto, gostar de praticar algum esporte pode ajudar você.

Como conhecer mais sobre a rotina de um astronauta

O cinema pode ser um grande aliado para conhecer mais sobre as tarefas e a rotina de um astronauta. Uma boa pedida pode ser procurar filmes ou documentários que tratem desse tema. Uma boa dica de filme para conhecer mais sobre a corrida espacial pode ser o filme First Man ou Primeiro Homem em português. Esse filme retrata a história da vida do astronauta Neil Armstrong, primeiro homem a pisar em solo lunar. Veja o trailer:
https://www.youtube.com/watch?v=GbnW_h0fIA8&t=37s

Conclusão

Agora que você sabe mais sobre como se tornar um astronauta, tenha em mente que trabalho e estudo são fundamentais e devem ser seus hábitos constantes. Além disso, não deixe de cuidar da saúde e também comece a desenvolver estudos em língua estrangeira. Pois o Brasil ainda não forma astronautas, mas pode ser que futuramente comece a desenvolver projetos para essa área. Embora seja difícil e restrito trabalhar na agência espacial americana, saiba que existe uma faculdade que é sediada pela Nasa, talvez essa possa ser uma maneira de buscar aproximação com a profissão de astronauta e ter mais proximidade com essa agência. Se você gostou desse assunto e deseja saber mais sobre educação, mercado de trabalho ou curiosidades, não deixe de acessar o blog Vai de Bolsa.

Faça seu pedido de bolsa!
Em quantas faculdades quiser, de uma só vez.

Negocie o seu desconto diretamente com as faculdades!

Confira os posts mais acessados do nosso Blog

Se você está procurando por conteúdo valioso e altamente acessado, não deixe de conferir esta seção.