Engenharia de materiais: como é o curso e onde trabalhar

Se você tem como objetivo trabalhar na indústria de ponta, saiba que isso é possível por meio da graduação de Engenharia de Materiais. Essa engenharia trabalha com a composição de materiais e é muito importante nos tempos atuais para suprir as necessidades da indústria. Em outras palavras, o desenvolvimento de novas composições e ligas na fabricação de diversos produtos. Veja a seguir e descubra mais sobre essa importante profissão. Saiba como funciona o mercado para o engenheiro de materiais. Gostar de exatas é uma condição. Além disso, veja como é estruturado o curso de Engenharia de Materiais e como ele capacita aluno a ingressar no mercado de trabalho.

Como é o curso de Engenharia de Materiais

Esse é um curso que oferece o título de bacharel a quem concluir a graduação. A graduação de Engenharia de Materiais tem uma duração média de 4 anos e para concluí-la. É exigido que o aluno elabore um TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). Além disso, ele é fundamentado pelas disciplinas que compõem o campo da engenharia. Além delas, o aluno terá aulas de Física e Química, lembrando também que serão ministradas aquelas que se relacionam com a Matemática.

As disciplinas do curso

Veja a seguir algumas das disciplinas que são estudadas no curso de Engenharia de Materiais:
  • Desenho Técnico e CAD para Engenharia de Materiais;
  • Introdução à Engenharia de Materiais;
  • Elementos de Engenharia Ambiental;
  • Pré-Cálculo;
  • Cálculo I;
  • Geometria Analítica;
  • Química Geral Experimental;
  • Química Geral;
  • Materiais e Microestruturais;
  • Caracterização Microestrutural de Materiais;
  • Física I;
  • Cálculo II;
  • Álgebra Linear;
  • Estatística e Metrologia para Engenheiros;
  • Mecanismos de Deformação e Fratura;
  • Metais Ferrosos e não Ferrosos;
  • Materiais Poliméricos;
  • Estrutura Cristalina dos Sólidos;
  • Mecânica dos Sólidos para Engenharia de Materiais;
  • Termodinâmica de Materiais;
  • Análise Termofísica de Materiais;
  • Propriedades Mecânicas;
  • Análise de Falhas em Materiais;
  • Conformação Mecânica;
  • Fundição;
  • Processamento de Materiais Cerâmicos;
  • Estrutura e Propriedades de Materiais Cerâmicos;
  • Engenharia de Superfície;
  • Técnicas de Simulação Numérica para Engenharia de Materiais;
  • Trabalho de Conclusão de Curso.
Ao obter o diploma, é esperado que o aluno possa atuar plenamente na no planejamento de produtos. Desde o seu desenvolvimento, seleção e elaboração de componentes, manufaturação e também no gerenciamento do negócio.

O perfil do engenheiro de materiais

Para gostar de trabalhar nesse ramo da engenharia é preciso gostar de cálculo, como qualquer outra área que exija a aplicação das técnicas das ciências exatas. Além dessa pré-disposição para cálculo, é necessário gostar também de Química e Física. Essas duas disciplinas são fundamentais para a profissão de engenheiro de materiais. Uma grande vantagem também pode ser gostar de pesquisas. Lembre-se que esse profissional é responsável pela elaboração de materiais e diversos compostos na busca de obter uma liga perfeita ou melhorar a qualidade dos materiais já existentes. Portanto, só é possível obter bons resultados através de muitas horas de pesquisa e gostar de atividades em laboratórios pode ser fundamental.

Como é a carreira para graduados em Engenharia de Materiais

Quem optar por essa formação pode atuar na criação de novos materiais. Desse modo, o engenheiro de materiais é responsável pela elaboração de projetos que são viáveis para a fabricação de diversos materiais. Além disso, a Engenharia de Materiais também pode atuar em conjunto com a área de Engenharia de Produção. As duas formações atuam em segmentos semelhantes. Vale lembrar que para lançar um produto, é preciso considerar diversos aspectos da qualidade dos materiais, como resistência a impactos, calor ou frio e sua maleabilidade. Portanto, esses fatores influenciam na fabricação dos diversos produtos, podendo ter preços mais elevados ou mais baixos. Desse modo, o engenheiro de materiais conhece como ninguém sobre as ligas que compõem os materiais e pode se especializar em diversos segmentos. Veja a seguir algumas possibilidades:

Cerâmicas

Um engenheiro mecânico pode trabalhar com esse material, avaliando as propriedades ou criar novas possibilidades de utilização. Além disso, também melhorar a qualidade de materiais refratários que são utilizados pelas industrias.

Metais

O objetivo desse profissional pode ser desenvolver e melhorar as ligas metálicas já existentes. Portanto, o engenheiro de materiais pode indicar o uso dessas ligas e gerenciar a produção conforme o destino de uso.

Polímeros

Para essa área, é possível criar novos compostos de resinas, plástico, borracha, entre outros. Nesse segmento, o engenheiro de materiais atua na criação de novas ligas com características diferentes que possam atender os mais variados tipos de indústria. A partir desses segmentos, o engenheiro de materiais pode selecionar um deles e buscar uma especialização para ter uma carreira focada em um tipo de material. Essa pode ser uma maneira de fazer você um especialista e um profissional diferenciado, para isso, basta escolher qual é o material que você deseja trabalhar ou qual tem mais afinidade.

Mercado de trabalho

Para quem deseja trabalhar como engenheiro de materiais, o mercado de trabalho pode ser bastante promissor e diversificado. Vale lembrar que o avanço tecnológico é algo fundamental na vida das pessoas e é aí que pode entrar em ação esse profissional na busca de melhores componentes para a fabricação de produtos. Além disso, as indústrias precisam frequentemente de um engenheiro de materiais para que descubra uma maneira mais eficiente de se trabalhar com as diversas matérias prima. Portanto, vários setores podem ser uma opção interessante de trabalho, desde a indústria automobilística, na mineração, em bens de consumo, na construção civil, nas empresas de energia, entre outras. Portanto, oportunidades não faltam para quem deseja trabalhar nesse ramo da engenharia, certamente existe um desses segmentos que serve para você e pode garantir uma grande carreira profissional.

Qual é a média salarial

Sempre é importante lembrar que a questão salarial de uma determinada formação ou profissão pode ser bastante relativa, ou seja, pode alterar conforme a área onde se atua ou empresa que contrata. Mas de acordo com o site da Catho, a média salarial de um engenheiro de materiais é de R$ 6.015,24. Sendo assim, esse pode ser um ótimo salário se comparado a outras profissões e pode garantir a você boas oportunidades. Quando se fala em salário sempre é importante saber onde uma graduação pode levar você. Embora a remuneração de um engenheiro de materiais seja razoavelmente boa, saiba que sempre é possível aumentar a renda. Para isso, uma boa maneira de incrementar o salário pode ser a possibilidade de fazer uma pós-graduação. Além disso, as vantagens de fazer uma graduação é de poder fazer um mestrado ou doutorado posteriormente e isso poderá colocar você em uma posição diferenciada na carreira.

Conclusão

Agora que você sabe mais sobre a graduação de Engenharia de Materiais, certamente ficou mais fácil de decidir sobre esse interessante caminho profissional. Saiba que essa é uma área muito interessante para o avanço tecnológico, pois o engenheiro de materiais é responsável pela elaboração de novos materiais e aperfeiçoamento daqueles que já existem. Portanto, é fundamental a atuação dele na indústria de ponta para que novos produtos cheguem nos estabelecimentos comerciais para facilitar o dia-a-dia das pessoas. Se você gostou desse assunto e deseja saber mais sobre educação, mercado de trabalho ou curiosidades, não deixe de acessar o blog Vai de Bolsa.

Faça seu pedido de bolsa!
Em quantas faculdades quiser, de uma só vez.

Negocie o seu desconto diretamente com as faculdades!

Confira os posts mais acessados do nosso Blog

Se você está procurando por conteúdo valioso e altamente acessado, não deixe de conferir esta seção.

Agronomia

Embora o nome seja bastante sugestivo, ainda podem surgir algumas dúvidas quando o assunto é a profissão de um agrônomo ou até mesmo a sua

Leia mais »