Luteria: conheça o curso que ensina a fabricar instrumentos musicais

Quem gosta de música tem algumas opções de cursos para escolher. Um deles é o de Luteria! Esse profissional é responsável pela fabricação e manutenção de instrumentos musicais. Ele projeta, escolhe a matéria-prima, busca fornecedores e determina as técnicas utilizadas na confecção e no acabamento do instrumento. Embora seja pouco conhecida no Brasil, essa carreira existe há séculos e ficou bastante popular na Europa durante a Idade Média e o Renascimento. Saiba mais!

Para começar, o nome da profissão – luthier – deriva da palavra francesa luth, que significa alaúde. Pois os fabricantes do instrumentos eram chamados dessa forma. Mas, com o passar do tempo, luthier passou a descrever quem produzia instrumentos de corda de forma geral. Hoje em dia, serve para todos os profissionais dedicados à construir instrumentos musicais. Sejam eles de cordas, sopro, percussão, acústicos ou elétricos. Para isso, não é necessário, obrigatoriamente, fazer faculdade de música.

Então se o seu sonho é trabalhar com música, continue lendo este artigo e entenda mais sobre essa profissão única. Nele, vamos mostrar como é o curso, quais suas disciplinas e como é o mercado de trabalho para quem atua na luteria.

Leia também:  E-book grátis ensina como fazer uma transição de carreira. Baixe agora!

O que é Luteria?

A luteria é a arte de confeccionar e consertar instrumentos musicais. Seja em uma fábrica, em oficinas com diversos profissionais ou de maneira autoral, quando apenas um luthier cuida de todo o processo.

Como é o curso de Luteria?

Ficou interessado em se tornar um luthier? Um dos primeiros passos é escolher um bom curso para a sua formação. Existem cursos profissionalizantes, em conservatórios e escolas de música, assim como cursos de tecnologia em luteria, que possuem diploma de nível superior.

O curso de nível superior tem duração de 3 anos. Já nos conservatórios, esse tempo pode variar. 

Quais são as disciplinas do curso de Luteria?

As disciplinas do curso de Luteria são bastante focadas na rotina desse profissional e a boa parte delas acontece em oficinas e ateliês. Mas também existem matérias complementares e mais teóricas, que fazem do graduado um conhecedor de música e arte de forma geral. 

De forma ampla, o currículo do curso se divide em três eixos: humanidades, ciências exatas e profissionalizantes, cada um com sua carga horária e respectivas disciplinas. Quer entender melhor? Então confira algumas matérias que costumam aparecer na grade curricular!

  • Desenho;
  • Educação Musical;
  • Língua Italiana Instrumental;
  • Língua Inglesa Instrumental;
  • Língua Alemã Instrumental;
  • Língua Francesa Instrumental; 
  • Construção e Entalhe;
  • História da Arte;
  • Eletricidade, Eletrônica e Computação Aplicadas;
  • Acústica;
  • Química Aplicada à Luteria;
  • Restauração;
  • Instrumentos de Sopro em Madeira e Organeria;
  • Identificação Anatômica e Propriedades da Madeira;
  • Cultura Musical Regional e Nacional na América Latina;
  • Organização e Empreendedorismo.

Também não existem determinações do Ministério da Educação (MEC) com relação à exigência de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) ou estágio obrigatório para que o aluno obtenha o diploma.

Em muitos instituições, porém, as disciplinas finais exigem a confecção de um projeto especial, que garante uma das notas mais importantes de todo o curso!

Além disso, existem algumas linhas de especialização que o estudante pode escolher ao longo do curso. Entre elas estão cordófonos dedilhados (violão e sua família), cordófonos a arco (violino e sua família) ou cordófonos eletrificados (guitarra elétrica e sua família).

Como é o mercado de trabalho para quem cursa Luteria?

Quem se forma em luteria pode trabalhar em orquestras, fazendo manutenção, ou então construir instrumentos em fábricas, ateliês com outros profissionais ou de forma autônoma. 

Esses profissionais podem ter remunerações altas por instrumento produzido. Afinal, um violino feito por um luthier chega a custar, em média, de R$ 10 mil a R$ 15 mil. Mas também passam dezenas de horas na produção de uma única peça. Da mesma forma que precisam cobrir os  custos do material utilizado, que muitas vezes é importado.

Além disso, existe a possibilidade de trabalhar em parceria com escolas de música e lojas de instrumentos, oferecendo consertos e produtos personalizados. Assim como atuar como consultor de importadoras de instrumentos.

Quando o assunto é emprego no futuro, a tendência é que o mercado de trabalho tenha uma expansão nos próximos anos. 

Isso porque o ensino de música passou a ser obrigatório na educação básica depois da Lei de Diretrizes e Bases da Educação, aprovada em 2016. Com a nova legislação, as escolas têm até 2021 para se adequarem e incluírem esses conteúdos no currículo da disciplina de Artes. 

Ou seja, deve aumentar o número de pessoas aprendendo a tocar instrumentos e, consequentemente, consumindo e consertando-os também. 

Onde estudar Luteria?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o curso de luteria, pode estar se perguntando quais instituições oferecem essas aulas. Infelizmente, não existem muitos cursos da área no país.

Para quem procura uma formação de nível superior, a única opção é a Universidade Federal do Paraná (UFPR). Já para quem busca formações profissionalizantes, existem outras instituições, como é o caso do Conservatório Tatuí, uma das primeiras a oferecer esse curso no país.

UFPR

O Curso Superior de Tecnologia em Luteria foi criado em 2009, em Curitiba, no Paraná. Ele funciona em formato integral e abre, anualmente, 30 vagas por turma. Para ingressar, os interessados precisam prestar o vestibular da UFPR, que costuma acontecer em novembro e abre inscrições em julho. 

Conservatório Tatuí

Já o curso do Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos, conhecido como Conservatório Tatuí foi criado em 1980, com um dos poucos cursos de Luteria gratuitos no país. Com relação ao ingresso, ele acontece anualmente e são abertas 10 vagas para interessados. 

Perfil dos alunos

Por último, vale mencionar também que o perfil dos alunos de Luteria é muito variado. Assim como existem jovens recém saídos da universidade, os cursos possuem muita gente que decidiu fazer mudar de área depois de muitos anos e transformar seu hobby em profissão!

Se você é uma dessas pessoas, mas não sabe como fazer essa mudança, confira nosso eBook sobre transição de carreira e dê esse passo em direção à realização profissional!

O que achou do curso de Luteria?

Como você pode conferir, há várias maneiras de se trabalhar com música. E uma das possibilidades é aprender a fabricar instrumentos musicais, a partir de um curso de Luteria. É uma carreira com muitas oportunidades profissionais.

Acompanhe mais informações sobre cursos, bolsas, mercado de trabalho e dicas no blog Vai de Bolsa.

Outros posts da categoria

Receba novidades por email:

Vai uma bolsa aí?